Reprise no Viva

Trinta anos depois, 25% dos atores da novela Bebê a Bordo já morreram

Divulgação/Globo

Os atores Dina Sfat e Armando Bógus durante as gravações da novela Bebê a Bordo - Divulgação/Globo

Os atores Dina Sfat e Armando Bógus durante as gravações da novela Bebê a Bordo

REDAÇÃO - Publicado em 15/01/2018, às 05h21

Quem acompanhar a reprise de Bebê a Bordo no canal Viva, a partir desta segunda (15), sentirá grande nostalgia ao rever atores consagrados que não estão mais vivos. A novela, que foi ao ar originalmente em 1988, tem no elenco 11 atores que já morreram, 25% do total de profissionais que participaram dos capítulos. Nomes como Dina Sfat, Armando Bógus e Sebastião Vasconcellos são alguns dos que já partiram.

O público veterano sentirá mais a falta de Dina Sfat (1938-1989), consagrada na TV, no cinema e no teatro. Bebê a Bordo foi a última novela da atriz, que morreu pouco mais de um mês após o último capítulo, vítima de câncer de mama. A produção também foi a primeira da carreira de Bel Kutner, filha de Dina com o ator Paulo José.

"Um lado muito difícil [da novela] foi a saúde da Dina Sfat, que já não estava legal. A gente gostava muito dela. Isso eu confesso que foi bastante sofrido", diz o ator Paulo Guarnieri, que contracenava com Dina em Bebê a Bordo.

Na novela, Dina teve um dos papéis principais: ela interpretava Laura, mãe da protagonista fugitiva da polícia Ana (Isabela Garcia), que lutou para conseguir a guarda da pequena Heleninha (Beatriz Bertu). A própria Laura também abandonou a filha ainda bebê e, por isso, tentava se redimir cuidando da neta.

Escrita por Carlos Lombadi, que teve apagada passagem pela Record nos últimos anos, Bebê a Bordo procurou mostrar relações familiares irreverentes e inusitadas.

Heleninha, que nasceu no primeiro capítulo dentro de um carro, teve a guarda disputada pelo motorista, Tonico (Tony Ramos), pelo o ex-namorado de Ana, Zezinho (Leo Jaime), pelos irmãos Rico (Guilherme Leme) e Rei (Guilherme Fontes) e por Antônio (Rodolfo Bottino), pai de 13 filhos que fez até teste de DNA para ver se também participaria de criação de Heleninha.

Na trama, Laura era ex-mulher de Liminha (Armando Bógus), um hippie e ex-integrante do Partido Comunista Brasileiro. O ator que o interpretava também era conhecido por ser militante em grupos de esquerda durante a Ditadura Militar (1964-1985). Armando Bógus (1930-1993) fez mais quatro novelas na Globo depois de Bebê a Bordo e morreu em 1993, de leucemia.

Reprodução/Globo

Felipe Pinheiro em cena como o Ladislau na novela

O personagem dele na novela deixou a família para trás e aparecia em flashbacks de Laura. Ela morava com seu enteado Ladislau, um rapaz sonâmbulo interpretado por Felipe Pinheiro (1960-1993). O ator morreu repentinamente aos 33 anos, vítima de um ataque cardíaco. Na época, ele fazia a novela Olho no Olho (1993), e a saída de seu personagem foi explicada por uma viagem a Los Angeles.

Outro núcleo de grande repercussão na novela foi o dos irmãos Rico e Rei. Os dois tiveram que se virar sozinhos na juventude, uma vez que o pai, Seu Tico (Sebastião Vasconcelos), passou anos na prisão. A família tinha momentos de muita comédia e também de crise nas relações.

Sebastião Vasconcelos (1927-2013) já era um ator consagrado quando interpretou Seu Tico e fez pelo menos uma novela por ano na Globo até 2004. Em 2007, ele foi para a Record, mas na década de 2000 já havia sido diagnosticado com doença de Parkinson e sofria de depressão. Na época, já não recebia mais tantos convites para trabalhos na televisão. Muito debilitado, Vasconcelos morreu aos 86 anos, de choque séptico e parada respiratória.

Reprodução/Globo

Rodolfo Bottino viveu Antônio Antonucci na trama

Quem também será lembrado é Rodolfo Bottino (1959-2011). Com talento para comédia, fez sucesso em Bebê a Bordo e continuou trabalhando em produções da Globo, como O Sexo dos Anjos (1989), Pátria Minha (1994) e Sai de Baixo (1997). Nas décadas de 1990 e 2000, no entanto, ele enfrentou vários problemas de saúde. HIV positivo, teve síndrome do pânico, anorexia severa e câncer de pulmão. Morreu aos 52 anos, vítma de embolia pulmonar. 

Outros atores renomados fizeram parte de Bebê a Bordo e são parte da memória da dramaturgia, como Irving São Paulo (1964-2006), Sônia Mamede (1936-1990), Fabio Pillar (1960-2010), Tereza Rachel (1934-2016), Fabio Sabag (1931-2008) e Carlos Eduardo Dolabella (1937-2003). 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Ficha técnica: War for the Planet of the Apes. EUA/Canadá/Nova Zelândia, 2017, 140 min. Direção: Matt Reeves. Elenco: Andy Serkis, Woody Harrelson, Steve Zahn, Karin Konoval, Toby Kebbell. Disponível no Now.

Sinopse: Os macacos liderados por Caesar (Serkis) enfrentam os humanos do sanguinário Coronel (Harrelson) em uma batalha mortal. Depois de sofrer várias perdas, Caesar precisa lutar contra seus instintos mais sombrios para vingar sua espécie. Tem início uma nova guerra que vai redefinir o futuro do planeta.

Por que assistir: Indicado ao Oscar de efeitos visuais, o longa rendeu protestos contra a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que optou por não indicar Serkis como melhor ator, já que a performance dele se deu por meio da captura de movimentos. Um dos mais badalados atores nesse segmento, Serkis dá show como Caesar, passando emoção na voz e nas expressões faciais do macaco com personalidade humana e muitos conflitos.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Novo The Voice

As cantoras Hailee Steinfeld e Kelly Clarkson estão na 14ª temporada do The Voice - Divulgação/Sony A partir do dia 28, o canal Sony transmitirá a 14ª temporada do The Voice, em sua versão norte-americana. Os episódios inéditos contam com uma nova técnica: a cantora Kelly Clarkson. Vencedora primeira temporada do ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Com quem Maria Vitória deve ficar em Tempo de Amar?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook