ZERO GLAMOUR

Sem maquiagem e com os dentes podres: sete atores que se enfearam pelas novelas

Raquel Cunha/TV Globo

Vivianne Pasmater caracterizada como Germana, sua personagem em Novo Mundo - Raquel Cunha/TV Globo

Vivianne Pasmater caracterizada como Germana, sua personagem em Novo Mundo

REDAÇÃO - Publicado em 24/03/2017, às 05h35

Quando as primeiras fotos de Vivianne Pasmanter em Novo Mundo foram divulgadas, os telespectadores demoraram a reconhecer a atriz, de tão feia que ela ficou. Na nova novela das seis, ela interpreta Germana, dona de uma taberna de péssima reputação no Brasil do início do século 19. Antes de gravar, a atriz passa uma máscara para desgrenhar as sobrancelhas, tem o rosto manchado e usa um produto para deixar os dentes amarelados, estragados. "Quanto pior, melhor. Quanto mais feia, melhor", diz.

Assim como Vivianne, pelo menos outros sete atores, nos últimos cinco anos, tiveram que passar horas nas salas de maquiagem dos Estúdios Globo e se submeter a verdadeiros sacrifícios em nome da arte.

Em Verdades Secretas (2015), por exemplo, Grazi Massafera chocou o público com o visual de uma viciada em crack. Já Vera Holtz ficava quatro horas na caracterização e fazia até fisioterapia para não sofrer tanto com as próteses de enchimento da Dona Redonda, de Saramandaia (2013).

Relembre os atores que já se enfearam para papéis na TV:

reprodução/globo

Grazi Massafera em cena dramática da ex-modelo Larissa na novela Verdades Secretas

Grazi Massafera, em Verdades Secretas
A maquiagem feita em Grazi Massafera para que ela se parecesse com uma verdadeira viciada em crack impressionou os telespectadores de Verdades Secretas. Na trama da novela das 23h, a personagem começou como uma bela modelo e foi se transformando conforme se rendia à droga.

Com cabelos desgrenhados, dentes completamente sujos (Grazi usava dentadura), pele manchada e bastante magra, a atriz ficou assustadora como Larissa. Grazi foi até indicada ao Emmy Internacional pela performance.

mauricio fidalgo/tv globo

Vera Holtz com muitas próteses de gordura para interpretar Dona Reconda em Saramandaia

Vera Holtz, em Saramandaia
Antes de viver a vilã Magnólia em A Lei do Amor, Vera Holtz sofreu para interpretar a obesa mórbida Dona Redonda em Saramandaia (2013). A caracterização da personagem demorava quatro horas. Vera não precisou engordar para interpretar a personagem consagrada na versão original da novela por Wilza Carla, mas teve dificuldades para lidar com as próteses que a faziam parecer mais gorda.

A atriz cortou bebidas alcóolicas de sua dieta, para evitar reações químicas com a cola das próteses, e precisava fazer fisioterapia após as gravações, tamanha a dificuldade para andar com tanto peso.

alex carvalho/tv globo

José de Abreu interpretou o personagem Nilo em Avenida Brasil, o "monstro do lixão"

José de Abreu, em Avenida Brasil
Na novela Avenida Brasil (2012), o personagem de José de Abreu era conhecido popularmente como o "monstro do lixão". Ele interpretava Nilo, morador do aterro que maltratava crianças, vivia sujo, com barba e cabelo sem corte, e fazia intrigas entre os personagens.

O próprio José de Abreu tinha consciência de que o personagem era repulsivo: em entrevista a Maurício Stycer, disse que dava para sentir o "cheiro do Nilo" pela televisão. 

joão cotta/tv globo

Para ficar com aspecto de bruxa em Liberdade, Liberdade, Zezé Polessa se enfeava

Zezé Polessa, em Liberdade, Liberdade
Tida como bruxa, uma curandeira do século 18 foi a personagem que Zezé Polessa encarnou em Liberdade, Liberdade (2016). A atriz usou os cabelos grisalhos, com aspecto seco e compridos até a cintura durante toda a trama.

Para dar impressão ainda mais assustadora, Zezé usava maquiagem feita especialmente para deixa-lá feia e condizente com os "cuidados" que as pessoas não tinham na época, com direito a manchas na pele, unhas sujas e dentes amarelados.

reprodução/globo

Um dos disfarces que Pancráceo (Marco Nanini) encarnou em Eta Mundo Bom! foi de mendigo

Marco Nanini, em Eta Mundo Bom!
Em Eta Mundo Bom! (2016), Marco Nanini interpretou um personagem diferente de tudo que já havia feito. Ele viveu Pancráceo, um professor de filosofia que apelava para disfarces para pedir dinheiro na rua.

Uma de suas caracterizações foi como mendigo, com cabelo e barba compridos, roupa suja e rasgada e sorriso banguela. O ator ficou irreconhecível, completamente diferente de seu personagem anterior na TV, o corretíssimo Lineu Silva de A Grande Família (2001-2014).

divulgação/globo

Vaidosa, Cristiana Oliveira sofreu para engordar 15 quilos para a trama de Insensato Coração

Cristiana Oliveira, em Insensato Coração
Para viver uma presidiária homossexual em Insensato Coração (2011), Cristiana Oliveira teve que engordar 15 quilos. A atriz, que já foi gordinha na adolescência, teve dificuldade para deixar a vaidade de lado e mudar sua imagem.

Além do peso, Cristiana também teve mudanças no cabelo, que foi todo trançado desde a raiz. Nas cenas, ela usava roupas largas e tinha tatuagens aplicadas durante a caracterização.

reprodução/globo

A aplicação de pelos entre as sobrancelhas tomava bastante tempo de Juliana Lohmann

Juliana Lohmann, em Joia Rara
A bela Juliana Lohmann demorava duas horas para ficar pronta para as gravações da novela Jóia Rara (2013). A atriz interpretava Belmira, personagem que se transformava de patinho feio em beldade ao longo da trama.

No início, ela não usava maquiagem alguma e tinha que se submeter a um processo de implantação de pelos no rosto, para formar uma "monocelha".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Três É Demais

Jodie Sweetin (centro) como Stephanie em Fuller House, reboot de Três É Demais - Divulgação/Netflix A atriz Jodie Sweetin, que viveu a Stephanie na série Três É Demais (1987-1995) e repete a personagem em Fuller House, confessou nunca ter visto um episódio completo da atração em que atuou quando era ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem é seu jurado preferido do The Voice?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook
Fechar
Click Click