Dois Irmãos

Minissérie traz incesto camuflado: 'Paixão desmedida', diz Juliana Paes

Fotos Reprodução/TV Globo

Juliana Paes em cena Dois Irmãos como Zana, mãe obcecada por um dos filhos - Fotos Reprodução/TV Globo

Juliana Paes em cena Dois Irmãos como Zana, mãe obcecada por um dos filhos

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 10/01/2017, às 05h26

Mãe de dois meninos, Juliana Paes conta que saiu mexida das gravações de Dois Irmãos. A minissérie que a Globo estreou ontem (9) traz a obsessão doentia de uma mãe por um de seus filhos. A escolha de sua personagem, Zana, cria uma rivalidade absurda entre os dois irmãos gêmeos, que destrói toda a família. O carinho de Zana vai além do amor de mãe, mas Juliana avisa que "não há sexualidade explícita": "O incesto é um componente coadjuvante".

Juliana confessa que tem cenas que nem lembra mais que fez, que está redescobrindo esse trabalho e que chegou a criar uma angústia na expectativa de ver Dois Irmãos no ar. A minissérie demorou muito para estrear, foi gravada no primeiro semestre de 2015.

"Estamos acostumados a fazer os projetos e assistir em seguida. Mas dessa vez demorou bastante. Imagina você esperar mais de um ano para isso acontecer? É mais que do que a gente espera para o lançamento de um filme", comenta.

Zana é interpretada na fase jovem por Gabriella Mustafá. Juliana Paes a assume na fase adulta. Por último, na fase em que a personagem fica viúva, o papel é de Eliane Giardini. Seu marido, Halim (Bruno Anacleto/Antonio Calloni/Antonio Fagundes), continuará por toda a sua existência fazendo as vontades da mulher. 

Os gêmeos Yaqub (Enrico Rocha/Matheus Abreu/Cauã Reymond) e Omar (Lorenzo Rocha/Matheus Abreu/Cauã Reymond) são separados no capítulo desta terça-feira (10) por conta da briga em que o caçula se mostra violento pela primeira vez. Halim decide que ambos devem ir morar em sua aldeia no Líbano, maz Zana não permite que o seu predileto, Omar, deixe o Brasil. 

 

Zana (Juliana Paes) discute seminua com marido no capítulo desta terça-feira de Dois Irmãos

Para Juliana, essa predileção de Zana é um mistério. "Essa minissérie foi emblemática porque meu caçula, o Antonio, tinha acabado de nascer quando eu gravei. Eu estava naquele momento que eu era apaixonada pelo Pedro, meu primeiro filho, e chegou essa outra pessoa", revela a atriz.

Ela conta que passou a refletir e buscar na sua relação com os filhos uma explicação para o que ela interpretava na ficção. 

"Às vezes, a gente tem, sim, mais afinidade com um filho do que com o outro. Às vezes, tem um olhar para um filho que não tem para o outro. Isso é preferir? Isso é amar mais? Eu não sei. Eu acho que é possível você amar igualmente, desejar a mesma coisa e se dedicar tanto para um filho quanto para o outro, sem desmerecer. Mas afinidade é diferente de amor. De certa forma, eu entendo a personagem", fala.

Distinção extrema
Zana agirá como uma mulher apaixonada pelo filho. Além dos carinhos e paparicação, Juliana conta que eles dois têm uma coisa de pele que fala mais alto. Essa química é que a faz deixar todos e até o marido de lado. Zana será capaz de ser extremamente rude com todo mundo, menos com Omar.

Juliana se preparou muito para viver essa experiência na TV. "Tivemos aulas de canto, dança, culinária e árabe. Aprendi a rezar a Ave Maria em árabe. Foi uma experiência mais intensa, a Zana ficou dentro de mim por muito tempo. Foi enigmático fazer essa mulher. Foi um lugar interessante de estar e fazer parte", confidencia.

A sensualidade de Zana também é explorada. No capítulo desta noite, Juliana Paes e Antonio Calloni terão cenas de sexo. Só que o clima mudará totalmente quando ele afirmar que vai mandar os filhos para fora do país. A mulher virará um bicho diante da possibilidade de viver longe de Omar.

Os três primeiros episódios já estão disponíveis no Globo Play. Ao todo, são dez capítulos escritos por Maria Camargo, baseados no livro homônimo de Milton Hatoum.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Barraco em Empire

As atrizes Nia Long (à esq.), na série Uncle Buck, e Taraji P. Henson, em Empire - Reprodução/ABC/Fox As atrizes Taraji P. Henson, vencedora do Globo de Ouro, e Nia Long (Uncle Buck, Vovó... Zona), discutiram nos bastidores da gravação de um episódio da série Empire. O barraco começou porque Nia chegou atrasada ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Qual é a melhor série de herói da Marvel/Netflix?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook