Ritual nos bastidores

Marina Ruy Barbosa tem grito de guerra para virar vulcão na nova novela

Fotos Reprodução/TV Globo

A atriz Marina Ruy Barbosa em cena de Deus Salve o Rei, que estreia nesta terça-feira (9) - Fotos Reprodução/TV Globo

A atriz Marina Ruy Barbosa em cena de Deus Salve o Rei, que estreia nesta terça-feira (9)

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 08/01/2018, às 06h07

Marina Ruy Barbosa tem um novo ritual para entrar em cena. "Dou um grito de guerra, bato os pés no chão e fica todo mundo me imitando", conta. Ela diz que precisa disso para captar a potência de sua personagem, Amália. Aos 22 anos e com 12 novelas no currículo, a ruiva faz sua primeira trama de época no papel da mocinha valente de Deus Salve o Rei, trama que estreia nesta terça (9) na Globo.

"Amália tem um vulcão dentro dela. Não é frágil. É uma mistura de fogo e terra, mas também sabe ser romântica e ter momentos de delicadeza", adianta a atriz.

A história mistura conto de fadas com ação. Tem uma embalhagem hollywoodiana que se aproxima bastante das séries e filmes que se passam na Idade Média. Mas tem também muito açúcar e humor para conquistar os telespectadores da faixa das 19h, acostumados com comédias nesse horário.

Marina e seus colegas de elenco tiveram aulas de arco e flecha, hipismo, culinária, luta com espada e dança medieval. Como Amália vende caldos na feira do reino de Artena, a atriz também teve de aprender a cozinhar com profissionais no matinal Mais Você, de Ana Maria Braga. 

A garota, que começou a atuar aos 9 anos, embarga a voz ao falar que a trama de Daniel Adjafre lhe instiga a ser uma atriz melhor.  "Essa é uma profissão em que a gente luta muito pelo que quer, estuda muito, e a cada dia amo mais. Me sinto realizada por descobrir tão cedo o que eu queria da minha vida, e a cada personagem que me dão, vejo como um presente e uma responsabilidade", discursa.

Afonso (Rômulo Estrela) e Amália (Marina Ruy Barbosa): paixão enfrentará preconceito

A ruiva diz até que esse trabalho está mudando sua postura no dia a dia. Por ter de "incorporar" uma mulher determinada e guerreira, ela passou a reagir com força diante de qualquer dilema que apareça.

Mulher atual
Apesar de o folhetim ser ambientado entre 1300 e 1400, a personagem de Marina tem o DNA da mulher moderna, que vai atrás do que quer e é dona do próprio nariz. Isso não acontece à toa, tudo foi muito pensado e discutido entre o autor e o diretor artístico Fabrício Mamberti para que essa mocinha gerasse identificação no público.

Amália é uma plebeia que está comprometida com o vendedor de tecidos Virgílio (Ricardo Pereira). O relacionamento é promissor e toda a família dela acha que ele será um bom marido. Só que ela encontra Afonso (Rômulo Estrela) ferido na floresta e o leva para casa. Salva a vida do desconhecido, sem imaginar que ele será o rei de Montemor, reino vizinho ao seu, Artena.

Surge aí a luta de classes. "As pessoas a recriminam por ser plebeia, mas acho que o amor é capaz de superar tudo e quebrar barreiras e preconceitos. É isso que vamos ver", resume a intérprete da feirante.

Sua condição humilde não a fará abaixar a cabeça para nada, avisa Marina. "Ela tem a oportunidade de virar princesa em um certo momento da trama, mas não aceita porque tem os princípios dela, e receio do que isso pode gerar na sua relação com o homem que ama." 

Tudo sobre esta novela

Últimas de Deus Salve o Rei

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049

Ficha técnica: Ficção científica. EUA, 2017, 164 min. Direção: Denis Villeneuve. Elenco: Harrison Ford, Ryan Gosling, Ana de Armas, Jared Leto, Robin Wright. Disponível para locação no Now.

Sinopse: Trinta anos depois dos eventos do primeiro filme, o blade runner K (Gosling) descobre um segredo que pode mergulhar a sociedade (ou o que restou dela) em um caos absoluto. Em busca de salvação, o policial decide caçar Rick Deckard (Ford), ex-blade runner que está desaparecido há três décadas.

Por que assistir: Depois de 35 anos de espera, a continuação foi lançada com um astro do passado e um do presente em papéis de destaque. No site Metacritic, o longa tem nota 81 (de 100), com 46 críticas positivas, 7 mistas e nenhuma negativa. No IMDb, o filme ocupa a posição 66 de melhor produção da história, à frente até de clássicos como Cidadão Kane (1941) e Laranja Mecânica (1971).

 

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Globosat Play cresce

Lady Night com Neymar foi o programa mais assistido no Globosat Play em 2017 - Divulgação/Multishow A plataforma de streaming Globosat Play, que concentra a programação de todos os canais de TV paga da Globo, teve crescimento de 36% no número de usuários e 248% no consumo de vídeo on demand ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Mais um BBB vem por aí e...

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook