Tempo de Amar

Mãe de Maria Vitória, Celeste Hermínia foi expulsa de casa por José Augusto

Reprodução/TV Globo

Marisa Orth (Celeste Hermínia) em Tempo de Amar; cantora contará que foi separada da filha - Reprodução/TV Globo

Marisa Orth (Celeste Hermínia) em Tempo de Amar; cantora contará que foi separada da filha

REDAÇÃO - Publicado em 14/11/2017, às 07h20

Celeste Hermínia (Maria Orth) revelará que é mãe de Maria Vitória (Vitória Strada) e que foi expulsa de casa por José Augusto (Tony Ramos) em Tempo de Amar. A fadista sofrerá ao contar diante da filha que elas foram separadas pelo fazendeiro em Portugal após a descoberta do caso dele com Delfina (Letícia Sabatella).

No reencontro entre mãe e filha, que está previsto para ir ao ar em 13 de dezembro, a cantora quase se afogará na praia e será socorrida por Maria Vitória. "Eu sou Mafalda. Eu sou tua mãe!", revelará Celeste, ao reconhecer a mocinha.

"Não entendo... Se a senhora é minha mãe, por que me deixou em Portugal? Por que me abandonou?", cobrará Maria Vitória. "Não te abandonei. Fui forçada a deixar-te", esclarecerá a cantora, ainda emocionada pelo reencontro.

Celeste Hermínia explicará que, logo após o nascimento da filha, descobriu que José Augusto tinha um caso com Delfina e que Tereza (Olivia Torres) era fruto dessa relação. "Tereza é minha irmã? Meu Deus! Nós fomos criadas juntas, mas como amigas. E foi por esse motivo que a senhora me abandonou?", questionará a protagonista.

"Não. Tu virias comigo para o Brasil. Eu planejei tudo. Sairia da quinta contigo em um dia em que José Augusto estivesse viajando", contará a cantora. No meio da fala, entrará uma cena em flashback em que ela aparecerá pronta para fugir com o bebê quando o pai de Maria Vitória aparece.

"E meu pai impediu a senhora de levar-me?", questionará a personagem de Vitória Strada. "Eu tentei resistir. Eu briguei por ti", responderá. Celeste Hermínia lembrará que José Augusto já estava sabendo de sua fuga e se antecipou pedindo a guarda da filha. A cantora acabou expulsa de casa por policiais depois de ter Maria Vitória arrancada de seus braços.

"Ainda vi José Augusto contigo no colo, à porta da casa. Vi o ódio que ele sentia por mim. E quanto ódio eu tive dele. Fui levada para a cidade do Porto, onde embarcaram-me à força no navio. Os policiais vigiaram-me até que o navio zarpou", lembrará a fadista, sofrida.

"Sempre me disseram que minha mãe tinha morrido de pneumonia, na cidade do Porto", dirá a mocinha, impactada com a revelação.

"Quase morri. Mas foi de sofrimento. Reconstruí minha vida. Conquistei fama e sucesso com meu fado. Mas sempre senti esse vazio imenso no coração. Tua ausência sempre foi maior do que tudo", responderá Celeste Hermínia.

Tudo sobre esta novela

Últimas de Tempo de Amar

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook