APÓS SEIS ANOS

Fiuk revela sofrimento com sucesso precoce: 'A vida me deu uns tapas'

Fabio Rocha/TV Globo

Fiuk em cena de A Força do Querer; ator volta às novelas depois de hiato de seis anos  - Fabio Rocha/TV Globo

Fiuk em cena de A Força do Querer; ator volta às novelas depois de hiato de seis anos

MÁRCIA PEREIRA, enviada ao Rio de Janeiro - Publicado em 31/03/2017, às 05h11

Após seis anos sem fazer novela, Fiuk revela que passou metade desse tempo repensando sua vida e carreira. O ator e cantor afirma que não teve maturidade para lidar com as cobranças que sofreu entre 2009 e 2011, quando deslanchou em Malhação e em Aquele Beijo. "Muita coisa aconteceu, e a vida me deu uns tapas. Precisei renascer", conta. Ele será um dos protagonistas de A Força do Querer, próxima novela das nove.

O filho de Fábio Júnior afirma que o problema não era só as críticas que recebia, mas também lidar com a pressão de várias pessoas guiando seus passos, principalmente seu empresário e a gravadora da qual era contratado.

"Queriam mudar meu estilo musical. Acho que eu fiz sucesso muito cedo, precisava saber o que eu gostava realmente de fazer. Tinha sempre alguém do meu lado mandando eu fazer algo e não dava para agradar todo mundo", resume.

Questionado se buscou ajuda em terapias, Fiuk diz que sua busca é pela felicidade e brinca com a possibildiade de fazer análise para se autoconhecer.

"Que doido vai me entender? Com a família que eu tenho! Eu que vou ser o terapeuta dos caras! Eu me questiono muito. Gosto de ir atrás das coisas que mexem comigo. A vida é uma grande busca. É difícil a gente reconhecer os nossos defeitos. Às vezes, é difícil fazermos as escolhas que temos que fazer, e eu me peguei no colo pela primeira vez na vida, me dei todo o tempo do mundo. É uma questão mais interna mesmo, que surgiu por toda a pressão que eu sofri."

alex Carvalho/tv globo

Fiuk como Agenor na novela Aquele Beijo, em que fez par romântico com Bruna Marquezine

Com 26 anos, Fiuk diz que desejava muito voltar às novelas. Conta que procurou produtores da Globo e se submeteu a testes para A Força do Querer, que estreia na próxima segunda-feira (3) no lugar de A Lei do Amor.

Ele fez uma boa preparação para encarar o papel de Ruy. Foram quatro meses construindo o personagem para distanciá-lo de sua própria personalidade, mais "moleque". É seu primeiro personagem adulto, um empresário pronto para assumir o lugar do pai, Eugênio (Dan Stulbach), e que está noivo de Cibele (Bruna Linzmeyer). Só que uma pulada de cerca vai mudar seu destino.

Tropeço na trama
O ator diz que se parece com Ruy em algumas questões. "Estamos virando homem, mas eu achava que ele era mais maduro do que eu, mas a vida dele mostrará que não é bem assim." A novela vai propor logo nos primeiros capítulos que as certezas de Ruy se embaralham.

fabio rocha/tv globo

Cibele (Bruna Linzmeyer) começa a novela com casamento marcado com Ruy (Fiuk)

Apesar de apaixonado por Cibele, ele vai se encantar por Ritinha (Isis Valverde) durante uma viagem de negócios ao Pará. Acabará envolvido em um triângulo amoroso e desistirá da união com a patricinha para ficar com a selvagem sereia vivida por Isis. A sinopse da trama prevê que Ritinha engravidará.

"Isso acontece muito na vida real. A vida, às vezes, prega umas peças na gente. E já aprontou comigo. Às vezes, a gente ama uma pessoa, vai à padaria e na esquina encontra alguém que você fala: 'Nossa!'. Não existe muita fórmula para as coisas do coração. A gente olha, se apaixona, a gente é bobo quando o assunto é amor."

Só que essa relação com Ritinha trará para a vida de Ruy um rival, Zeca (Marco Pigossi). Caminhoneiro, ele é o noivo da sereia até Ruy surgir na vida dela. 

estevam avellar/tv globo

Ruy (Fiuk) tomará a noiva de Zeca (Marco Pigossi) logo nos primeiros capítulos 

Na entrevista que concedeu ao Notícias da TV, Fiuk transpareceu seu entusiasmo com o novo trabalho. Não parou de ressaltar a emoção de contracenar com nomes como Humberto Martins (Eurico) e Lilia Cabral (Silvana), que fazem seus tios na trama. "Tive um branco outro dia com o Humberto. Tive de revelar para ele que estava nervoso", comenta.

O ator conta ainda que o pai famoso, Fábio Júnior, está dando todo apoio que ele precisa. Hoje, os dois se dão muito bem. Fiuk lembra que na infância nunca entendeu a ausência do pai, mas isso mudou quando ele passou a viver mais intensamente.

"Cheguei a esconder que tinha banda. Sempre falava que não queria ser como meu pai, mas não tinha como fugir. Agora tentamos recuperar o tempo perdido. Admiro muito ele, e é uma honra trilhar o mesmo caminho. Quando ele viu a chamada [da novela], ligou me eleogiando. Somos muito parceiros."  

Lista completa de A Força do Querer

Últimas de A Força do Querer

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Datena vice-líder

O apresentador José Luíz Datena na edição de ontem (27) do Brasil Urgente - Reprodução/Band Na iminência da greve geral no país inteiro, os noticiosos da Band tiveram bom desempenho de audiência ontem (27). O Brasil Urgente nacional, exibido das 16h às 18h30, registrou 5,3 pontos na Grande São Paulo ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem é seu personagem favorito de A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook