Novela das nove

Em O Outro Lado do Paraíso, Juvenal desmascara noiva quenga: 'Não vale nada'

Fotos: Raquel Cunha/TV Globo

Desirée/Cândida (Priscila Assum) vai ser flagrada no prostíbulo pelo noivo neste sábado (3) - Fotos: Raquel Cunha/TV Globo

Desirée/Cândida (Priscila Assum) vai ser flagrada no prostíbulo pelo noivo neste sábado (3)

REDAÇÃO - Publicado em 02/03/2018, às 12h44

A noiva "pura e virgem" de Juvenal (Anderson Di Rizzi) vai se dar mal em O Outro Lado do Paraíso. Desirée/Cândida (Priscila Assum) vai ser desmacarada no capítulo deste sábado (3). A despedida de solteiro do lapidador vai promover o maior barraco que o público já viu no bordel. A prostituta tentará inverter o jogo e castigar o noivo por procurar as "quengas". Ela lhe dará uns tapas, mas ele revidará a agressão sem dó. 

O fim do noivado não significa o fim dessa história. A garota de programa passará a ficar atrás de Juvenal, alegando que se apaixonou de verdade pelo seu "pato". Mas, por um bom tempo, ela só vai levar patada dele.

Porém, quem torce para que ele se acerte com Estela (Juliana Caldas) vai se frustar. Tudo indica que o lapidador está fora da disputa pela anã.

A personagem com nanismo voltará a namorar Amaro (Pedro Carvalho) depois que o português perder a visão. Ela levará o negociador de esmeraldas cego para morar em sua casa, e os dois ficarão cada vez mais entrosados diante das dificuldades que Amaro vai enfrentar.

Desirée (Priscila Assum) dará de cara com Juvenal (Anderson Di Rizzi) no grupo do garimpo

O fim da farsa de Desirée em O Outro Lado do Paraíso começará com Mariano (Juliano Cazarré) convencendo Juvenal a aproveitar sua última noite antes de se casar. Ele levará o colega para o bordel. "Você é dos nossos, tem que ter despedida de solteiro", dirá o garimpeiro.

"Vem fazer uns brindes com a gente. Se gostar de alguma mulher, faz a despedida. Se não, volta pra casa e espera a lua de mel", insistirá Zé Victor (Rafael Losso).

No bordel, Desirée aparecerá se preparando para a noite que ela acreditará ser a última como prostituta. "Eu vou casar com um homem que pensa que sou pura e virgem. Não volto, não. Vou ter nome. Vou ser mulher honesta! E já aviso, quando passar na rua, se ver uma de vocês, atravesso. Pra não falarem. Vou me arrumar pra noite", disparará ela às colegas.

Desirée (Priscila Assum), Mariano (Juliano Cazarré) e Juvenal (Anderson Di Rizzi) em cena

Leandra (Mayana Neiva) verá o grupo de garimpeiros chegar ao local e pedirá para Desirée atendê-los. "Corre, que as outras já tão ocupadas. É uma despedida de solteiro, vê se pega pelo menos o noivo, que o homem há de querer festejar", dirá a gerente do local.

A noiva de Juvenal irá para o meio da roda e ficará em choque ao encontrá-lo entre os trabalhadores da mina de Sophia (Marieta Severo). "Você? Essa... Essa é minha noiva... Pura e virgem", falará o lapidador, arrancando risada de todos.

"Você não vale nada", gritará Juvenal. "Você que não vale nada, tá me traindo", retrucará Desirée. "Veio no bordel, sendo meu noivo. Safado, eu te mato", xingará ela. "Eu é que te mato. Safada", ameaçará o noivo, antes de levar uma bofetada.

Juvenal pulará em cima de Desirée, e os dois vão se engalfinhar no meio do salão trocando tapas. "Arranco teu pescoço!", esbravejará ele. "Traidor!", retrucará ela. "Eu boto fogo aqui dentro", falará o lapidador. 

Caetana (Laura Cardoso) mandará parar a briga e chamará os seguranças para colocar o noivo para fora. "Levou chifre. Como foi acreditar que essa aí é pura e virgem? Tem que ser um pato mesmo. Pato", gritará a cafetinha, dando gargalhadas.

"Perdoa aí, Juvenal, mas cê foi muito trouxa de acreditar que aquela lá era pura e virgem. É mais rodada que pneu de caminhão", alfinetará Mariano, deixando Juvenal arrasado. "Pior que eu nem tava tão, tão apaixonado por ela. Mas ela foi me forçando, foi levando e topei casar. Ah, se pudesse arrancava o pescoço. Até o pai apareceu pra falar comigo", lembrará Juvenal.

O lapidador será consolado pelos amigos. No bordel, Desirée vai virar piada. "Safado. Veio fazer a despedida de solteiro aqui com as mulher", reclamará a prostituta.

"Cês tudo me desculpa, mas ele não foi tão, tão safado. Home sempre faz despedida de solteiro e vamos dizer a verdade, aquele lá nunca veio aqui. Veio com os amigos, nem sabemos se ia querer mulher ou só ia beber. Agora, cê não, Desirée, cê foi safada, porque quis enganar o home. Nas costas dizia que era pato", dirá Caetana.

A garota perguntará o que ela vai fazer se não vai mais casar. "Cê é quenga. Continua quenga. Tá tudo certo", vai disparar a cafetina. 


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Leia também

 

 

Últimas de O Outro Lado do Paraíso

Enquete

Quem deve ter o pior final em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook