A Força do Querer

Elizângela acha que morte é pouco e torce para Rubinho mofar na cadeia

Reprodução/TV Globo

Aurora (Elizângela) em cena; atriz quer punição para traficante no final de A Força do Querer - Reprodução/TV Globo

Aurora (Elizângela) em cena; atriz quer punição para traficante no final de A Força do Querer

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 09/10/2017, às 05h22

Elizângela se despede da Aurora de A Força do Querer torcendo para que sua filha e seu genro na ficção sejam punidos. Intérprete da mãe sofredora de Bibi (Juliana Paes), a atriz diz que morrer é pouco para Rubinho (Emilio Dantas). Ela torce para que o bandido termine apodrecendo na cadeia.

Elizângela afirma que não recebeu o último capítulo da novela e que ainda espera as cenas para ver se Bibi vai retomar o caminho que trilhava antes de se casar.

"A gente não sabe mesmo o que vai acontecer. Eu gostaria de ver Bibi pagando sua dívida com a Justiça e indo buscar seu diploma. Rubinho é manipulador, fez dela um brinquedinho, um fantoche. Morrer é fácil, tem de ficar na cadeia, preso", defende.

Será que dá tempo de pintar um amor para a personagem? "Não sei, ela não pensa em homem. Acho que mesmo que não apareça um amor a essa altura, o que ela quer é ver a filha longe desse marido", resume.

A atriz afirma que nunca viveu nada parecido com a história que ajudou a contar na trama de Gloria Perez. Conta que teve algumas decepções com relações afetivas ou de amizade. Mas nada tão impactante.

"O que a Bibi viveu acontece. Aliás, é tudo baseado numa história real. Tem muita mãe como a Aurora por aí, infelizmente. Fico até aflita em me imaginar em uma situação assim."

Prestes a entrar de férias, a atriz fala que a construção da Aurora se deu antes e durante a trama, mas a essência dela é ser uma mulher pé no chão. "Minha ferramenta de trabalho foi me colocar no lugar dessa mãe. Eu simplesmente busquei esse sentimento", descreve.

Estevam Avellar/tv Globo

João Bravo é elogiado por Elizângela; intérprete de Dedé virou xodó da atriz nos bastidores

Já a composição de Bibi, diz Elizângela, é baseada na busca de muitas mulheres pelo príncipe encantado. "Na vida real, não existe ninguém perfeito. Bibi foi se iludindo por essa necessidade que ela tinha", comenta.

Aos 62 anos, a atriz diz que é importante discutir e promover uma reflexão sobre esse tipo de comportamento. "Bibi jogou a vida dela no lixo com essa coisa de não enxergar. Com esse negócio de precisar ser amada", fala.

"A novela discute assuntos pertinentes. Alerta e denuncia como fez em relação à transexualidade e às pessoas que têm vícios e fingem não serem viciadas", continua, refirindo-se às tramas de Ivan (Carol Duarte) e Silvana (Lilia Cabral).

Maior audiência do horário nobre desde 2013, A Força do Querer é considerada pela atriz um marco na teledramaturgia atual. "É fantástico fazer parte, é fantástico o domínio total que a Gloria Perez tem. É um marco também no meu currículo, na minha trajetória", comemora.

Elizângela diz que vai sentir muitas saudades desse trabalho, em especial do pequeno João Bravo. O intérprete de Dedé, seu neto na trama, virou seu xodó.

"Costumo falar que vou levá-lo para casa depois que a novela acabar. É o primeiro trabalho dele, que chegou tímido e foi crescendo intuitivamente. Ele improvisa, coloca coisas que não estão no texto. Ele é excepcional", derrete-se.

Tudo sobre esta novela

Últimas de A Força do Querer

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

The Deuce

The Deuce

Ficha técnica: Drama, EUA, 2017. Criação: David Simon e George Pelecanos. Elenco: James Franco, Maggie Gyllenhaal, Chris Bauer, Lawrence Gilliard Jr. e Margarita Levieva. Disponível na HBO e Now.

Sinopse: Ambientada na Nova York dos anos 1970, The Deuce apresenta a história da legalização e do crescimento da indústria pornográfica nos Estados Unidos. Uma prostituta, a independente Candy (Maggie Gyllenhaal), se arrisca ao deixar a vida nas ruas para virar atriz de filme adulto. Policiais corruptos e a máfia também marcam presença na trama. 

Por que assistir: A reprodução da época é impecável, e a prostituição e a pornografia são mostradas em todas as nuances, eventualmente com cenas de sexo explícito que podem chocar o telespectador. As atuações são de alto nível, e até o criticado James Franco se destaca, em dois papéis, de irmãos gêmeos (um trambiqueiro e outro mais conservador, administrador de bar).

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Troca no Dancing

Com saída de Naldo do Dancing Brasil, Sebá Arietti entra na competição de dança - Fotos: Divulgação O cantor Sebá Arietti, vocalista da banda de pagode Inimigos da HP, foi escalado às pressas para substituir o cantor Naldo Benny na terceira temporada do Dancing Brasil, reality show apresentado por Xuxa Meneghel que ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você quer que ganhe a Dança dos Famosos?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook