Daphne Bozaski

Chamada de retardada, personagem autista de Malhação mudou a vida de atriz

Reprodução/TV Globo

A personagem autista Benê (Daphne Bozaski) foi destaque nesta temporada de Malhação - Reprodução/TV Globo

A personagem autista Benê (Daphne Bozaski) foi destaque nesta temporada de Malhação

FERNANDA LOPES - Publicado em 28/02/2018, às 05h22

Interpretar uma garota autista em Malhação foi o maior desafio da carreira de Daphne Bozaski. Em uma novela pela primeira vez, a atriz de 25 anos sente o impacto: as pessoas vão ao seu perfil no Facebook para falar de Benê e até xingar a personagem de retardada. Mesmo assim, Daphne termina a temporada, na próxima segunda (5), com orgulho de ter retratado e informado sobre autismo na TV. Para ela, Benê mudou sua vida e a de muita gente.

"Muitas pessoas me param na rua e mandam mensagens na minha página do Facebook. Recebi críticas muito positivas sobre a importância de retratar o autismo, e quando alguém comentava coisas como 'que menina retardada' ou 'muito esquisita essa Benê', muitas pessoas a defendiam, explicavam que ela era autista e que a pessoa devia se informar antes de comentar coisas do tipo", conta.

"Além de ser um entretenimento para quem está assistindo, este trabalho está educando, informando sobre algo importante, fazendo as pessoas repensarem suas atitudes e maneiras de pensar. Com certeza Benê foi um marco para mim e para minha carreira, levo essa experiência para toda a minha vida. A maneira como olho o mundo hoje tem um pouco do olhar da Benê, levo seu olhar mais sincero", continua.

No início da atual temporada de Malhação, Benê ainda não era diagnosticada com autismo. Ela apresentava comportamentos peculiares, como dificuldade de expressar emoções e fazer amigos, de entender ironias e convenções sociais e apresentava obsessão por uma atividade, a corrida.

Ao longo dos capítulos, a estudante teve a ajuda de psicólogos e professores para entender melhor sua condição: ela tem síndrome de Asperger, denominação para autistas de alto rendimento, que não apresentam atrasos de desenvolvimento ou comprometimento cognitivo graves.

Raquel Cunha/TV Globo

Guto (Bruno Gadiol) ajudou Benê (Daphne Bozaski) a entender e expressar seus sentimentos

"Benê exigiu muito mais estudo. Fui me aprofundando, pesquisando e conhecendo pessoas 'Aspies'. Tive ajuda do Instituto Priorit no Rio de Janeiro; lá me explicaram o que era o espectro autista e qual era o grau do autismo da Benê. Conversei muito com o diretor-geral Paulo Silvestrini, que me orientou, li alguns livros e assisti a muitos filmes e séries que abordavam as situações pelas quais Benê iria passar, como a questão do bullying", explica Daphne.

A personagem conseguiu se desenvolver melhor com ajuda profissional e do personagem Guto (Bruno Gadiol), que a ensinou a expressar seus sentimentos pela música e virou par romântico da jovem. O casal conquistou o público e ganhou até fã-clube nas redes sociais _o "ship" é chamado de Gunê.

Para Daphne, o grande trunfo de Benê foi trazer luz sobre a questão do autismo, principalmente para os que sofriam preconceito por serem Aspergers ou conviviam com pessoas assim e não sabiam identificar a síndrome.

Sua cena preferida é a que Benê explicou para o próprio pai sua condição diferente de ser.

"Asperger é uma síndrome que afeta a minha capacidade de socialização. E descobrir isso foi muito bom. De repente, por causa disso, eu descobri um monte de coisas sobre mim. Eu sou uma autista com habilidade para fazer muitas coisas. E isso não é uma doença, é uma diferença humana", disse a personagem.

"Depois, eu pesquisei na internet e vi que cada Asperger é de um jeito e não adianta ficar checando os sintomas. Isso foi o mais legal, porque eu descobri que eu sou como todo mundo, cada pessoa tem o seu jeito de ser. Mesmo que eu pareça esquisita porque eu tenho uma maneira diferente de entender o mundo, esse é o meu jeito de ser", concluiu Benê, na cena que emocionou não somente o público, como a própria Daphne também. 

 

 

Últimas de Malhação

Enquete

Qual protagonista de Deus Salve o Rei você mataria?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook