Truque de diva

Vestido de R$ 12 mil de Ivete Sangalo emagrece e cria curvas por ilusão de ótica

Isabella Pinheiro/Gshow

Ivete Sangalo com os jurados e apresentador do The Voice: vestido a faz mais curvilínea - Isabella Pinheiro/Gshow

Ivete Sangalo com os jurados e apresentador do The Voice: vestido a faz mais curvilínea

FERNANDA LOPES - Publicado em 23/02/2017, às 06h12

Para atuar como jurada do The Voice Kids, Ivete Sangalo investiu nada menos do que R$ 12 mil em um vestido. A roupa tem um truque quase milagroso para a silhueta feminina. Conhecida como "illusion dress" (vestido ilusório), a peça preta e branca usada pela cantora e apresentadora cria uma ilusão de ótica e faz o corpo da mulher parecer mais magro e curvilíneo.

A peça da grife Mugler foi uma das mais pedidas pelas telespectadoras na CAT (Central de Atendimento ao Telespectador, da Globo) no mês de janeiro. O tubinho preto de manga longa tem o diferencial de ser todo branco nas laterais.

Mesmo sendo justinho, o vestido ilusório é minimalista, discreto e pode ajudar a disfarçar as gordurinhas nas laterais justamente por trabalhar com o jogo de cores. A professora de moda Dhora Costa explica:

"Na teoria proposta por Isaac Newton, a cor é um fenômeno físico que se dá pelos raios solares e a decodificação desses raios pela nossa retina. A soma de todas as cores (no raio solar) é o que corresponde ao branco, e a ausência de mesma luz é o preto. Por isso [pela falta de luz], o preto dá a sensação de diminuição do espaço e o branco aumenta visualmente um espaço".

A estilista Monique Viana contextualiza: "O preto nas laterais de um vestido branco ocupa aquele espaço de maneira estratégica, estreitando a silhueta e modelando o corpo. Quando o branco ocupa as laterais, dá maior ênfase para as curvas", diz.

Crédito

Ivete Sangalo ao lado de participante do The Voice Kids; vestido dela fez sucesso com público

Vestido milagroso?
A tendência do vestido ilusório começou em 2013, quando celebridades como as atrizes Kate Winslet, Liv Tyler e Gwyneth Paltrow usaram modelos nesse estilo em premiações e lançamentos de filmes.

Desde então, a moda se popularizou e chegou até a lojas de departamento _não é necessário gastar R$ 12 mil para adquirir um modelo do tipo. Segundo a estilista Monique Viana, o vestido ilusório é uma peça que ganhou espaço importante no mercado plus size, mas a professora Dhora Costa alerta para as armadilhas que ele pode trazer.

Isabella Pinheiro/Gshow

Vestido ilusório com laterais brancas ressalta curvas

"Existem corpos que estão acima do peso, mas não têm acúmulo de gordura na região da cinturam e da barriga; para essas mulheres provavelmente o efeito será positivo. Mas, para quem tem excesso de peso ou gordura localizada, o branco que ficará em evidência ressaltará essa questão", afirma.

Para não se iludir com esse tipo de vestido, a consultora de estilo Fabiana Piasentin completa as dicas: "Se a pessoa quer disfarçar algo que incomoda, o artifício é usar um tom escuro por fora _o truque é deixar a listra que delimita a linha lateral do corpo mais escura para parecer mais magra. Já o vestido com a lateral clara é mais indicado para quem já está na medida, mas quer marcar mais a cintura. Esse é um corte muito curinga, você pode trabalhar de diversas formas".


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Vitória: A Vida de uma Rainha

Vitória: A Vida de uma Rainha

Ficha técnica: Drama, Inglaterra, 2016. Criação: Daisy Goodwin. Elenco: Jenna Coleman, Tom Hughes, Peter Bowles, Eve Myles, Rufus Sewell. Disponível no Now.

Sinopse: Monarca mais importante do Reino Unido, a rainha Vitória (Jenna Coleman) é tema de uma série que mostra seu reinado a partir da chegada ao trono, aos 18 anos, e seu relacionamento com o primeiro-ministro Lord Melbourne (Rufus Sewell) e o casamento com o príncipe Albert (Tom Hughes). Suas duas únicas temporadas (até agora) só estão disponíveis em vídeo sob demanda.

Por que assistir: Indicada a dois Emmys e eleita melhor drama no Festival de Monte-Carlo, a produção impressiona pela reconstituição primorosa da era vitoriana, com belos cenários e figurinos. Nos Estados Unidos e na Inglaterra, críticos classificaram a série como a sucessora natural da premiada Downton Abbey (2010-2015). A atriz Jenna Coleman, querida pelos fãs de Doctor Who, brilha na pele da monarca.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Fim da linha

A humorista Maria Bamford em cena da comédia surreal Lady Dynamite, da Netflix - Divulgação/Netflix A Netflix anunciou neste sábado o cancelamento da série Lady Dynamite, que teve duas temporadas produzidas pela plataforma de streaming. Baseada na vida real da comediante Maria Bamford (que também estrela a série), Lady Dynamite ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Mais um BBB vem por aí e...

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook