maratona no sofá

Meu Malvado Favorito invade a TV: cinco curiosidades sobre os Minions

Imagens: Divulgação

Gru (à esq.) e seu irmão gêmeo Dru em cena do novo filme de Meu Malvado Favorito - Imagens: Divulgação

Gru (à esq.) e seu irmão gêmeo Dru em cena do novo filme de Meu Malvado Favorito

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 23/06/2017, às 06h04

Queridinhos das crianças, os Minions vão voltar ao cinema na próxima quinta-feira (29) com o filme Meu Malvado Favorito 3. Ajudantes do "vilão regenerado" Gru (dublado por Steve Carell na versão original e por Leandro Hassum no Brasil), os seres amarelinhos fazem tanto sucesso que já ganharam até um filme próprio, lançado em 2015.

Na nova aventura, Gru precisará lidar com a volta de seu irmão gêmeo, Dru, que é mais bonito e bem-sucedido do que ele. Além disso, ele e sua companheira Lucy (vozes de Kristen Wiig/Maria Clara Gueiros) terão de enfrentar Balthazar Bratt (Trey Parker/Evandro Mesquita), ex-astro infantil que se tornou um grande vilão.

Mas, enquanto o novo filme não chega, os fãs da franquia podem matar a saudade assistindo a uma maratona com os três filmes já lançados, além de um curta: neste sábado (24), o canal pago Telecine Fun vai exibir todos.

Minions abre a sessão às 18h, seguido de Meu Malvado Favorito (19h50), do curta Loucuras dos Minions (21h45) e, por fim, de Meu Malvado Favorito 2 (22h).

Nas quase seis horas de diversão, aproveite para prestar atenção em algumas curiosidades, como o dublador que ganhou peso para ficar com a voz de um personagem gordo e o "minionês", a língua inventada dos Minions _que, aliás, por pouco não tiveram um visual bem diferente das bolinhas amarelas. Confira!

A língua maluca dos Minions mistura vários idiomas, mas gosto deles por bananas é universal

Torre de Babel
Os diretores Pierre Coffin e Chris Renaud, que emprestam suas vozes para os Minions, criaram um idioma específico para os ajudantes de Gru usarem. Apesar de as frases ditas não fazerem sentido, há palavras que podem ser compreendidas pelo público, como "banana" e "para tu". Isso porque o minionês mistura expressões em inglês, português, francês, italiano, alemão, chinês, francês, russo, espanhol e até hebraico. Também há termos inventados, como "papoy", que significa "brinquedo".

O corpulento e vilanesco Sr. Perkins ficou mais verossímil após o seu dublador ganhar peso

Gordura vocal
Para dublar o Sr. Perkins, presidente do Banco do Mal, o ator Will Arnett decidiu engordar. Mesmo sem aparecer no filme e apenas emprestar sua voz, ele achou que ganhar peso o ajudaria a encontrar um tom mais adequado para o personagem, um sujeito corpulento. A gordura também colaborou com o design, já que os atores eram filmados nas sessões de dublagem e a gravação era entregue aos animadores, que copiaram as expressões faciais e os gestos dos dubladores.

Se o orçamento fosse maior, os Minions seriam humanos, com um visual bem mais complexo

Sucesso por acaso
Pela ideia inicial de Meu Malvado Favorito, os Minions deveriam ser humanos. O orçamento limitado do longa, porém, não permitiu que os animadores criassem dezenas de seres complexos. Assim, optou-se pelo look que todos os fãs adoram, com as bolas e cilindros amarelos, bem mais fáceis de se desenhar. No início do segundo filme, humanos de jaqueta amarela surgem falando uma língua confusa _é uma referência ao que deveriam ser os Minions se o longa tivesse mais dinheiro.

El Macho passou por Javier Bardem e Al Pacino até que Benjamin Bratt assumisse a sua voz

Voz complicada
Encontrar a voz do vilão de Meu Malvado Favorito 2 não foi tarefa fácil. Originalmente, Javier Bardem dublaria El Macho. Porém, ao assumir o papel do antagonista de 007 - Operação Skyfall (2012), ele abriu mão do papel para não emendar dois vilões. Assim, o premiado Al Pacino foi contratado para substituí-lo. O ator de O Poderoso Chefão (1972) chegou a gravar suas falas, mas mudou de ideia faltando seis semanas para a estreia da animação. Benjamin Bratt teve de entrar às pressas para refazer o trabalho. No Brasil, a voz ficou a cargo de Sidney Magal.

No encontro com os Yetis, os Minions cantam uma música bem conhecida; difícil é saber qual

Qual é a música?
No filme dos Minions, há um momento musical assim que os amarelinhos se deparam com os abomináveis monstros da neve. Para distrair as criaturas, eles cantam Make 'Em Laugh, que Donald O'Connor interpretou em Cantando na Chuva (1952), ou Be a Clown, que Gene Kelly entoou em O Pirata (1948). Apesar de terem letras bem diferentes e compositores distintos, as músicas seguem a mesma batida rítmica. Como os Minions cantam uma letra inventada, é impossível definir qual das duas versões eles preferem apenas pela trilha.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Destino: Rússia

O correspondente Richard Souza apresenta o Missão 2018 diretamente de Moscou - Reprodução/Sportv O Sportv estreia nesta sexta-feira (22) o programa Missão 2018, uma série com dez especiais que mostrarão os preparativos para a Copa do Mundo da Rússia. Apresentado pelos correspondentes Marcelo Courrege e Richard Souza diretamente ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

O Emmy foi...

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook
Click Click