SEM PRESSA

De Jurassic Park a Indiana Jones: cinco sequências que demoraram a sair

Imagens: Divulgação

Will Smith (à esq.) e Liam Hemsworth vivem papéis similares nos filmes de Independence Day - Imagens: Divulgação

Will Smith (à esq.) e Liam Hemsworth vivem papéis similares nos filmes de Independence Day

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 12/05/2017, às 04h58

Nesta semana, o trailer de Blade Runner 2049 foi divulgado e dividiu os fãs de cinema: enquanto alguns se animaram com a possibilidade de uma nova história de Rick Deckard (Harrison Ford), outros defenderam que o clássico da ficção científica deve permanecer intocado. O que chama a atenção no projeto, porém, é o grande intervalo entre o filme original e sua sequência: previsto para outubro deste ano, o longa chegará aos cinemas 35 anos depois de O Caçador de Androides (1982).

Mas Blade Runner não é a única continuação que demorou a sair do papel: a animação Bambi (1942), por exemplo, enrolou seus fãs durante 63 anos até mostrar o que aconteceu com o cervo após a morte de sua mãe. Já a babá Mary Poppins, sucesso nos cinemas em 1964, voltará em uma nova produção em dezembro de 2018, quase 55 anos depois de sua última aparição.

Confira abaixo outros cinco filmes que, apesar de terem feito muito sucesso na bilheteria, demoraram mais de uma década para ganhar uma continuação. Eles estão disponíveis na TV por assinatura:

Jeff Goldblum e Liam Hemsworth encaram os aliens de Independence Day: O Ressurgimento

Independence Day
Lançado em 1996, o longa contava a história de como os humanos se prepararam para o primeiro ataque alienígena da história, em pleno 4 de julho, o Dia da Independência dos Estados Unidos. Os heróis da história eram Steven Hiller (Will Smith), capitão da Aeronáutica conhecido por suas manobras ousadas, e o cientista David Levinson (Jeff Goldblum), que intercepta uma comunicação entre alienígenas e consegue decifrar a maneira de derrotá-los.

Exatos 20 anos depois, Independence Day: O Ressurgimento mostrou os terráqueos encontrando uma nova nave extraterrestre. Porém, o planeta contava com um sistema de defesa espacial mais avançado, com naves e armas superiores.

Goldblum voltou para a nova aventura, e novamente seu personagem teve papel essencial para a vitória dos humanos. Já o piloto herói da vez era Jake Morrison (Liam Hemsworth), que teve seus pais mortos pelos ETs na invasão de 1996.

O Ressurgimento estreia no Telecine Premium neste sábado (13), às 22h. Já quem quiser assistir aos dois filmes em maratona pode conferi-los no domingo, no Telecine Pipoca: Independence Day vai ao ar às 17h20 e, às 20h, a sequência.

Chris Pratt protege Bryce Dallas Howard, Nick Robinson e Ty Simpkins em Jurassic World

Jurassic Park
O primeiro Parque dos Dinossauros estreou em 1993, contando a história de uma ilha na qual dinossauros foram recriados por cientistas a partir de material genético pré-histórico. Porém, depois de um funcionário ser morto de forma misteriosa, os especialistas Alan Grant (Sam Neill), Ellie Sattler (Laura Dern) e Ian Malcolm (Jeff Goldblum) eram levados até o local para investigar o caso e acabavam presos em uma armadilha mortal.

O sucesso do filme, que arrecadou mais de US$ 900 milhões nas bilheterias, rendeu duas continuações, O Mundo Perdido (1997) e Jurassic Park 3 (2001). Porém, sem conseguir novos motivos para levar mais humanos para a ilha e gerar um confronto com outros dinossauros, o diretor Steven Spielberg preferiu colocar a franquia para dormir... durante 14 anos.

Em 2015, Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros estreou, mostrando um novo parque de diversões construído na ilha e que contava com espécies geneticamente modificadas dos dinos. A história mostrava os sobrinhos da gerente do parque, Claire (Bryce Dallas Howard), se perdendo em um passeio. Assim, Claire e o tratador Owen Grady (Chris Pratt) precisavam resgatar os meninos.

Jurassic World está na programação do Telecine e vai ao ar no próximo sábado (19), às 23h45. Também está disponível no Now, serviço de vídeo sob encomenda da Net e da Claro TV, para assinantes dos canais Telecine. Já os três primeiros filmes podem ser vistos no HBO On Demand.

Os peixes Dory e Marlin passeiam pelo mar em cena da animação Procurando Nemo

Procurando Nemo
Ganhador do Oscar de melhor animação, Procurando Nemo (2003) arrecadou US$ 940 milhões no mundo todo e conquistou famílias inteiras com a história do superprotetor peixe Marlin, que atravessou o oceano ao lado da esquecida Dory para encontrar seu filho Nemo, que tinha se perdido do grupo com o qual fazia uma excursão escolar.

O sucesso foi tão grande que chegou a surpreender a demora de 13 anos para lançar a sequência Procurando Dory (2016), em que a peixinha azul se perdeu de Nemo e Marlin enquanto buscava informações sobre o paradeiro de seus pais. Para ajudá-la em sua jornada, surgiu um novo personagem: o ranzinza polvo Hank, que não tinha um de seus tentáculos.

Procurando Nemo será exibido no Telecine Fun neste sábado (13), às 15h35, e na segunda (15), às 15h. Também está disponível na Netflix e, para assinantes dos canais Telecine, no Now. Já Procurando Dory não consta na programação da TV paga ou on demand.

Astros de Débi e Loide, Jim Carrey e Jeff Daniels levaram duas décadas para voltar aos papéis

Débi e Loide
Fãs de comédia besteirol abraçaram o filme de 1994, com Jim Carrey e Jeff Daniels nos papéis de Harry (Daniels) e Lloyd (Carrey), dois amigos imbecis que iam parar em uma estação de esqui para tentar devolver uma maleta cheia de dinheiro para uma cliente deles (Lauren Holly). Lançado no mesmo ano de O Máskara e Ace Ventura, o longa catapultou Carrey ao estrelato, virou desenho animado e até ganhou um filme spin-off, Quando Débi Conheceu Loide, que mostrava a juventude dos dois personagens, aqui vividos por Eric Christian Olsen e Derek Richardson.

Em 2014, exatas duas décadas depois do original, Carrey e Daniels voltaram a interpretar os amigos em uma nova aventura, na qual os dois viajavam os Estados Unidos para encontrar Penny (Rachel Melvin), a filha que Harry nunca soube que teve. Para complicar, Lloyd se apaixonou pela suposta herdeira do amigo apenas ao olhar para a foto da garota, o que gerou uma briga entre os dois.

O primeiro Débi e Loide será exibido pela HBO neste domingo (14), às 5h15 da madrugada, e pela HBO 2 na segunda (15) às 6h40. Já Débi e Loide 2 está disponível na Netflix e para locação no Now.

Indiana Jones (Harrison Ford) em cena clássica do filme Os Caçadores da Arca Perdida

Indiana Jones
Interpretado por Harrison Ford, o arqueólogo mais famoso do cinema estrelou três filmes na década de 1980. No primeiro, Os Caçadores da Arca Perdida, ele foi contratado por agentes norte-americanos para encontrar a Arca da Aliança, objeto que, segundo a Bíblia, guardava as tábuas que continham os Dez Mandamentos. Em O Templo da Perdição (1984), ele procurou uma pedra roubada de um santuário da Índia. E, em A Última Cruzada (1989), Indy foi atrás do Santo Graal, cálice que Jesus Cristo teria usado na Última Ceia.

Aparentemente aposentado, Jones voltou à ativa 19 anos depois no longa O Reino da Caveira de Cristal (2008), em que reencontrou a amada Marion (Karen Allen) e descobriu que ela teve um filho, Mutt (Shia LaBeouf), também dono de uma alma aventureira, como ele. Juntos, os três partiram em busca das misteriosas caveiras de cristal. Apesar de o filme não ter agradado tanto aos fãs, por ter envolvido alienígenas na trama, um quinto longa está em desenvolvimento. Espera-se que não demore mais 19 anos para estrear...

Os quatro filmes de Indiana Jones estão disponíveis na Netflix e no Telecine Play. O Telecine Action também exibe na terça (16), às 12h40, o terceiro longa da franquia, A Última Cruzada.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Estreia ruim

Kyle MacLachlan em Twin Peaks; série fora do top 25 da audiência dos EUA - Divulgação/Showtime O episódio duplo de estreia da terceira temporada de Twin Peaks foi mal de audiência nos Estados Unidos. Exibido no canal Showtime no último domingo (21), o aguardado retorno da atração, após um hiato de ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

O que a Globo quer com denúncias contra o presidente Temer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook