DIA DOS PAIS

De hippie e golpista a milionário: 7 tipos estranhos de pais do cinema

Fotos: Divulgação

Viggo Mortensen (à esq.), Nicolas Cage e Leandro Hassum: pais para todo gosto no cinema - Fotos: Divulgação

Viggo Mortensen (à esq.), Nicolas Cage e Leandro Hassum: pais para todo gosto no cinema

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 11/08/2017, às 05h06

No fim de semana do Dia dos Pais, que tal uma maratona com filmes que homenageiam essas figuras? Não apenas o paizão tradicional, mas até aqueles "fora da casinha". Do hippie Ben Cash (Viggo Mortensen), que cria seis filhos em uma estrutura que foge do capitalismo no elogiado Capitão Fantástico, ao golpista Roy Waller (Nicolas Cage), que usa a filha que nem sabia que tinha para aplicar seus esquemas, no filme Os Vigaristas.

Na lista, cabe até o irresponsável David Wozniak (Vince Vaughn), que recebe a notícia de que o sêmen que doou há mais de 20 anos foi usado para inseminar mais de 500 mulheres e, do dia para a noite, se torna pai de centenas de crianças na comédia De Repente Pai. Ou para Tino (Leandro Hassum), que vira milionário na trilogia nacional Até que a Sorte nos Separe.

Confira sete pais bem diferentes para celebrar o dia deles:

Ben (Viggo Mortensen, de chapéu) caminha na floresta com seus filhos em Capitão Fantástico

Pai hippie: Ben Cash, de Capitão Fantástico
No filme Capitão Fantástico (2016), Ben Cash (Viggo Mortensen) tem seis filhos, que ele cria em uma cabana no meio da floresta, sem contato com dinheiro, televisão ou cultura de massa. No lugar do Natal, a família comemora o Dia de Noam Chomsky, uma celebração do aniversário do filósofo de esquerda. Porém, quando a matriarca da família morre, Ben e os herdeiros precisam ir até a cidade grande para participar do funeral e entram em choque com o capitalismo.

Viggo Mortensen foi indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro de melhor ator deste ano por seu trabalho em Capitão Fantástico. O filme está disponível para locação no Now, serviço de vídeo sob demanda da Net e da Claro TV, por R$ 5,95.

A pedido do filho (Ben Barnes, ao centro), Don (Robert De Niro) topa viver uma grande mentira

Pai topa tudo: Don Griffin, de O Casamento do Ano
O ditado "não basta ser pai, tem que participar" foi adotado por Don Griffin (Robert de Niro), protagonista de O Casamento do Ano (2013). Divorciado de Ellie (Diane Keaton) e em um relacionamento com Bebe (Susan Sarandon), ele aceita fingir que ainda é casado com a ex durante o casamento do filho adotivo, Alejandro (Ben Barnes). O motivo? Como a família colombiana do rapaz é muito tradicional, ela jamais aceitaria que ele fosse criado por pais separados.

Katherine Heigl (de Grey's Anatomy), Topher Grace (de That '70s Show), Amanda Seyfried (de Meninas Malvadas) e Robin Williams (1951-2014) também estão no elenco do filme, disponível para locação no Now por R$ 2,95.

Henry (J.K. Simmons, à dir.) usa a música para se reconciliar com o filho (Lou Taylor Pucci)

Pai dedicado: Henry Sawyer, de A Música Nunca Parou
Depois de 20 anos sem ter notícias do filho por causa de um conflito de ideologias, Henry Sawyer (J.K. Simmons) encontra Gabriel (Lou Taylor Pucci) em um hospital no filme A Música Nunca Parou (2011). Com um tumor no cérebro, o jovem é incapaz de formar novas memórias e está preso no passado. Para tentar superar a barreira que os separou, Henry precisa usar a paixão que os dois têm pela música para se conectar com o filho.

Baseado em uma história real, o longa conta com canções de Bob Dylan e das bandas Grateful Dead, The Beatles, Rolling Stones e Crosby, Stills & Nash. A Música Nunca Parou está disponível para locação no Now por R$ 2,95.

David (Vince Vaughn) desperta instinto paternal após descobrir que tem mais de 500 filhos

Pai fértil: David Wozniak, do filme De Repente Pai
Na juventude, David Wozniak (Vince Vaughn) ganhou dinheiro doando sêmen para uma clínica de fertilização. Anos depois, um advogado o informa que a doação dele foi usada para engravidar 533 mulheres. E que 142 de seus filhos entraram com uma ação conjunta para que a identidade do doador seja revelada. Ao mesmo tempo em que tenta manter o anonimato, ele começa a procurar os herdeiros e descobre o instinto paterno que nunca soube que tinha.

O elenco do filme conta ainda com Cobie Smulders (de How I Met Your Mother), Chris Pratt (de Guardiões da Galáxia) e Britt Robertson (de Girlboss). De Repente Pai está disponível para locação no Now por R$ 2,95.

Bryan (Liam Neeson) usa seu treinamento violento da CIA para garantir a segurança familiar

Pai perigoso: Bryan Mills, da trilogia Busca Implacável
No primeiro Busca Implacável, o agente aposentado da CIA Bryan Mills (Liam Neeson) precisa usar seus conhecimentos para ir atrás de criminosos da Albânia que sequestraram sua filha de 17 anos, Kim (Maggie Grace, de Lost), em um submundo do tráfico de pessoas para exploração sexual. No segundo, Mills é sequestrado e sua filha precisa salvá-lo. E, no terceiro, pai e filha se unem para limpar o nome dele após ser acusado de um assassinato que não cometeu.

A trilogia, lançada entre 2008 e 2015, é considerada um marco na carreira de Liam Neeson, transformando-o em astro de ação depois dos 50 anos. Os três filmes estão disponíveis para locação no Now por R$ 2,95 cada.

Jane (Camila Morgado), Tino (Leandro Hassum) e filhos em Até que a Sorte nos Separe 2

Pai milionário: Tino Peixoto, de Até que a Sorte nos Separe
Outra trilogia de sucesso é a brasileira Até que a Sorte nos Separe, lançada entre 2012 e 2015. No primeiro longa, Tino Peixoto (Leandro Hassum) ganha na Mega Sena e precisa aprender a controlar seu instinto esbanjador para fazer a grana render _mas falha. Nos outros filmes, ele leva a família para os cassinos de Las Vegas e até planeja o casamento da filha com o herdeiro de um "clone" de Eike Batista, sempre na esperança de recuperar a fortuna familiar.

Com mais de 10 milhões de espectadores no cinema e uma bilheteria superior a R$ 118 milhões, os três filmes podem ser vistos no Now. O primeiro é grátis para quem tem o Canal Brasil no seu pacote. O segundo e o terceiro estão disponíveis para locação por R$ 2,95 cada.

Roy (Nicolas Cage) e Angela (Alison Lohman) formam um laço inusitado entre pai e filha

Pai golpista: Roy Waller, de Os Vigaristas
No filme Os Vigaristas, dirigido por Ridley Scott, Roy Waller (Nicolas Cage) é um golpista que atua na região de Los Angeles, vendendo filtros de água superfaturados para clientes inocentes. Sua vida é transformada quando é procurado pela filha Angela (Alison Lohman), que ele nunca conheceu. Brigada com a mãe, a menina de 14 anos decide morar com um pai e acaba envolvida nos esquemas de Waller.

O longa está disponível para locação no Now por R$ 2,95.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Esquadrão Bizarro

Esquadrão Bizarro

Ficha técnica: Série, EUA/Canadá, 2014. Criação: Tim McKeon, Adam Peltzman. Elenco: Dalila Bela, Filip Geljo, Millie Davis, Anna Cathcart e Isaac Kragten. Disponível no Gloob Play e no Now.

Sinopse: O Esquadrão Bizarro é uma organização formada por agentes pré-adolescentes que resolvem problemas peculiares sempre usando conhecimentos e habilidades de matemática. Eles também frequentam um laboratório e usam equipamentos supertecnológicos criados por cientistas durante suas investigações.

Por que assistir: Os episódios de cerca de dez minutos sempre apresentam casos diferentes e criativos que prendem a atenção dos pequenos telespectadores, como de pessoas sugadas por um videogame ou de um agente que se transforma em sofá. Premiada por melhor performance de atores infantis, direção, figurino e maquiagem pelo Daytime Emmy Awards, a atração é um sucesso internacional.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Amor acaba

Gillian Jacobs e Paul Rust em Love; comédia termina com a terceira temporada - Divulgação/Netflix A terceira temporada de Love será a última. A comédia da Netflix, do showrunner Judd Apatow (Girls), retornará com novos episódios em 9 de março, com a oportunidade de dar um desfecho apropriado à história ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook