Cidadania

Você tem horror a gente que fura fila? Então fique longe desses famosos

Léo Franco/AgNews

José Luiz Datena, Geraldo Luis e César Tralli furaram fila para pegar autógrafo em livro - Léo Franco/AgNews

José Luiz Datena, Geraldo Luis e César Tralli furaram fila para pegar autógrafo em livro

REDAÇÃO - Publicado em 08/11/2017, às 12h05

Lançamento de livro quase sempre é sinônimo de longas e demoradas filas. Ontem (7), na noite de autógrafos de Biografia da Televisão Brasileira, de Flávio Ricco e José Armando Vannucci, a espera para tirar uma selfie e ganhar uma dedicatória dos autores chegou perto de três horas. Se não fossem os famosos que furaram fila na cara dura, esse tempo poderia ter sido bem menor.

A primeira figura conhecida a deixar para trás quem chegou antes foi Luiz Bacci, apresentador do Cidade Alerta. Depois, a coisa desandou. Os humoristas Wellington Muniz (o Ceará) e Márvio Lúcio (o Carioca) ficaram sem graça, mas passaram na frente. Os apresentadores Sabrina Sato, Sônia Abrão e César Filho também foram no embalo.

Algumas celebridades até tentaram encarar a fila, mas desistiram e pegaram o "atalho". Foram os casos de Geraldo Luis e Silvia Abravanel (a filha de Silvio Santos, a bem da verdade, relutou um pouco, mas foi convencida por uma amiga, que argumentou que "todos os artistas estavam furando fila").

Novo apresentador do Jornal Hoje, Dony De Nuccio ficou um bom tempo rodeando a mesa de autógrafos, o suficiente para percorrer um bom trecho de fila. Mas optou pelo caminho mais fácil. O casal da mídia César Tralli e Ticiane Pinheiro chegou na Livraria Cultura do shopping Iguatemi, em São Paulo, e já foi direto pegar autógrafo, sem escalas.

Teve famoso que até confessou a esperteza nas redes sociais. Reinaldo Gottino, titular do Balanço Geral, publicou uma foto no Instagram culpando Fabíola Reipert, colega de bancada no quadro Hora da Venenosa, de tê-lo feito "furar fila pela primeira vez na vida". Ahã.

Tiveram "experiência" semelhante os apresentadores João Kleber, Serginho Groisman e Renata Alves.

Por outro lado, os humoristas Fábio Porchat e Tom Cavalcante, o ator Dan Stulbach e o jornalista Roberto Cabrini aguentaram pacientemente durante mais de duas horas para dar um abraço em Ricco e Vannucci, mesmo vendo gente muito menos iluminada do que eles passando na frente. É assim que se faz.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook