ex-Casseta

Longe da TV, Maria Paula escreve livro e vira ativista: 'Sou embaixadora da paz'

Divulgação

Maria Paula em cena de Doidas e Santas, filme que protagonizou e estreia em agosto - Divulgação

Maria Paula em cena de Doidas e Santas, filme que protagonizou e estreia em agosto

FERNANDA LOPES - Publicado em 31/07/2017, às 05h22

Fora da televisão desde o fim da sétima temporada de A Liga, em 2016, Maria Paula mudou o foco de sua carreira. A atriz e apresentadora de 46 anos está prestes a estrear como protagonista no cinema e, além de divulgar o filme Doidas e Santas, dedica seu tempo a escrever um livro de crônicas e a cuidar de seu projeto social.

Influenciada por experiências traumatizantes que teve em A Liga, em que conheceu a violência de perto, Maria Paula criou em Brasília, onde mora há dois anos com o marido e os dois filhos, o projeto Embaixada da Paz. Ela promove palestras e treinamentos sobre a cultura da paz, ou seja, a luta contra atitudes que ameaçam a segurança e a tranquilidade da população, como o desrespeito aos direitos humanos, a discriminação, a intolerância e a exclusão social.

"Estou fazendo um trabalho como ativista muito forte. A gente vive um momento muito violento na sociedade, e eu acho que posso usar a credibilidade da minha imagem para ajudar com cultura de paz. A gente criou uma Embaixada da Paz", conta.

"Estou fazendo treinamentos com a polícia e com agentes penitenciários, por exemplo, sobre cultura de paz. Também estou treinando voluntários, pessoas que estão em casa querendo fazer alguma coisa pela população. No próximo fim de semana, vamos fazer uma capacitação no Morro dos Prazeres [no Rio de Janeiro], trabalhando com lideranças jovens, para tentar trazer a galera para esse universo. Agora sou embaixadora da paz", explica.

A ideia de se envolver mais intensamente no ativismo social contra a violência começou durante a experiência de Maria Paula em A Liga. No ano passado, ela se colocou em situações drásticas por causa das reportagens do programa, como visitar um cemitério clandestino e ver a cena de um assassinato.

"Passei mal. Não cheguei a vomitar, mas quase. Me deram uma máscara para aliviar. Passei dias sentindo aquele cheiro horrível. Fiquei abaladíssima", ela disse em março de 2016 ao Notícias da TV.

"A edição em que eu fui num cemitério clandestino foi a que mais me marcou. Foi muito difícil, A Liga foi [um trabalho] muito extremo, mas de um modo geral foi bacana. Eu tive noção do quanto o país está precisando de paz. Então foi uma experiência radical, mas que me acrescentou muito", afirma.

reprodução/band

Maria Paula passou mal ao ver exumação em cemitério clandestino no programa A Liga

Pausa na TV
Após o fim de sua temporada no programa da Band, Maria Paula diz que tem ouvido cobranças das pessoas na rua sobre seu retorno para a televisão. "Ficam falando 'Estou com saudades, volta para a TV'. Ainda não há nada concreto, agora não é o foco", ela pondera.

Por enquanto, os planos de Maria Paula como atriz se limitam à divulgação do filme Doidas e Santas, que estreia no próximo dia 24. Na comédia romântica, ela interpreta a protagonista Beatriz, uma psicóloga que reavalia sua vida e suas relações românticas, familiares e de amizade.

"O cinema tem aquela magia, aquele clima especial. A TV tem uma espontaneidade, uma rapidez, mas no outro dia vem outro programa. No cinema não, é uma obra que fica fechada ali, pronta para sempre daquele jeitinho. Fiquei feliz [de fazer esse filme] porque tem muito a ver com a Maria Paula em todos os níveis. Minha personagem é uma psicóloga, e eu também sou. É mãe, escritora, filha. Temos muito em comum", declara.

Atriz, formada em psicologia e ativista, Maria Paula ainda é colunista do jornal Correio Braziliense e gosta de levar sua rotina assim, multi-tarefas. "Se Deus quiser em breve vou lançar um livro novo de crônicas, ele ainda está em gestação. E como atriz eu me encontro plenamente, tanto nas telas quanto nos palcos. Eu gosto de tudo, cada hora a gente faz uma coisa. São fases", conclui.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Better Things renovada

A atriz Pamela Adlon, indicada ao Emmy, na segunda temporada de Better Things - Divulgação/FX Aclamada pela crítica, a comédia Better Things foi renovada para a terceira temporada. Exibida nos Estados Unidos pelo canal FX, a série está entre as melhores de 2017 segundo veículos especializados, da revista Variety à ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Bibi merece redenção em A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook