Luto

Morto aos 75 anos, ator Nelson Xavier é homenageado por artistas

Fotos Divulgação/TV Globo

O ator Nelson Xavier em cena da novela Senhora do Destino, de 2004, como Sebastião - Fotos Divulgação/TV Globo

O ator Nelson Xavier em cena da novela Senhora do Destino, de 2004, como Sebastião

REDAÇÃO - Publicado em 10/05/2017, às 11h24 - Atualizado às 11h59

No ar na reprise da novela Senhora do Destino, o ator Nelson Xavier morreu de câncer aos 75 anos em Uberlândia, Minas Gerais, na madrugada desta quarta-feira (10). Com 60 anos de carreira, Xavier colecionou personagens emblemáticos como o cangaceiro Lampião, da minissérie Lampião e Maria Bonita, de 1982. No cinema, fez mais de 50 filmes e alcançou o sucesso interpretando o médium Chico Xavier no longa homônimo, de 2010. Seu último papel na TV foi uma participação na novela Babilônia, em 2015.

Atores da Globo e da Record prestam homenagens ao colega nas redes sociais. Juliana Paes, que atuou com Xavier no filme A Despedida (2015), escreveu em sua página no Facebook: "Meu querido Nelson! Boa viagem! Foi uma honra e um grande prazer dividir cena com você. Vá com Deus, meu amigo! Saudade fica conosco".

A atriz Zezé Motta agradeceu o legado deixado pelo amigo. "Obrigada, Nelson Xavier, por tudo! O mundo lhe perde, mas fica com tudo que você deixou de maravilhoso para todos nós! Você é imortal. Descanse em paz", escreveu no Facebook.

No Twitter, Mateus Solano, Angela Leal e a cantora Valesca Popozuda também homenagearam o ator. "Amigo tão gentil, ser humano/ator tão profundo. A morte não é obstáculo para alguém como ele. Pra quem fica, falta Nelson Xavier", postou Solano. "Nelson Xavier, parceiro de trabalho e vida! Obrigada por tudo! Descanse em paz", escreveu Angela.

A Popozuda mostrou que era fã do ator. "Que notícia triste essa do falecimento de Nelson Xavier! Meus pêsames para a sua família."

Xavier com Tania Alves em Lampião e Maria Bonita, obra de 1982 que foi reprisada em 2015 

A paixão pelo cinema mudo foi o que moveu Xavier para a carreira de ator. Já quase no fim de sua jornada, se deparou com o personagem que mais lhe projetou na grande tela _o filme teve 3,4 milhões de espectadores.

"Eu sabia que o Chico era um médium importante, mas não tinha prestado atenção nele. No filme, é como se eu não tivesse que buscar o personagem, ele tomou posse de mim. Foi uma coisa tão arrebatadora, que eu chamei de invasão", disse, em entrevista ao Memória Globo.

Cético e comunista, ele comentou também que reencontrou no longa de Daniel Filho a espiritualidade que vivenciou na infância, quando frequentava centros espíritas com sua mãe. Segundo o artista, essa conexão entre o mundo dos mortos e o dos vivos sempre lhe despertou interesse. "O Chico me fez sentir premiado, me fez sentir uma pessoa melhor, melhor do que eu realmente sou."

Notícia da morte
A notícia da morte foi dada por sua filha Tereza Villela Xavier, com uma mensagem publicada no Facebook na manhã desta quarta-feira (10).

"Lamento informar a quem possa interessar que meu pai, Nelson Xavier, faleceu esta noite em Uberlândia. Seu corpo será transferido, celebrado e cremado no Rio de Janeiro em cemitério ainda não determinado. Agradeço desde já as mensagens de apoio. Ele virou um planeta! Estrela ele já era. Fez tudo o que quis, do jeito que quis e da sua melhor maneira possível, sempre", escreveu Tereza.

Em 2004, o ator foi diagnosticado com câncer de próstata, mas passou por tratamento e se curou. Xavier vinha sendo tratado em uma clínica de geriatria em Uberlândia. Ele foi internado ontem (9), devido ao agravamento de uma doença pulmonar. A morte ocorreu à 0h45.

Bruno Gagliasso, Angelo Antônio e Nelson Xavier em cena de Joia Rara, em 2013

Nelson Agostini Xavier era natural de São Paulo e nasceu em 1941. O ator está no filme Comeback, com estreia prevista para o próximo dia 25 de maio. Ele interpreta Amador, um pistoleiro aposentado que volta ao mundo do crime para trabalhar no transporte de máquinas caça-níqueis.

O ator fez 54 filmes e 24 novelas. Começou na TV em Grande Teatro Tupi (1957-1959). Entre os trabalhos mais recentes estão Joia Rara (2013), em que fez o monge Ananda. Antes, ele integrou o elenco de A Favorita em 2008 e emendou duas novelas: América (2005) e Belíssima (2006). Seu primeiro trabalho na Globo foi em Sangue e Areia (1968).

O ator também teve passagem pela extinta Manchete em A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990) e Kananga do Japão (1989). Xavier deixa a mulher, a atriz Via Negromonte, e quatro filhos.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Stranger Things

Quarteto principal de Stranger Things em cena da segunda temporada: mais terror - Divulgação/Netflix A Netflix aproveitou a San Diego Comic-Con, maior evento de cultura geek do mundo, para apresentar o trailer da segunda temporada de Stranger Things. Situada em 1984, a nova fase mostrará a pequena cidade de ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem é mais mau caráter em A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook
Click Click