BELÍSSIMA

Marina Ruy Barbosa chora ao rever papel de 13 anos atrás: 'Novela inesquecível'

Paulo Belote/TV Globo

Marina Ruy Barbosa posa para divulgar a reprise de Belíssima no Vale a Pena Ver de Novo: pura emoção - Paulo Belote/TV Globo

Marina Ruy Barbosa posa para divulgar a reprise de Belíssima no Vale a Pena Ver de Novo: pura emoção

LUCIANO GUARALDO, no Rio de Janeiro - Publicado em 17/05/2018, às 06h03

Acostumada a regressar à Idade Média para gravar Deus Salve o Rei, Marina Ruy Barbosa não segurou a emoção ao voltar no tempo para rever o primeiro capítulo de Belíssima, lançada em 2005. Na reapresentação à imprensa da trama, que estreia no Vale a Pena Ver de Novo no dia 4, a ruiva até chorou e disse que atuar na novela foi inesquecível.

"Foi o meu segundo trabalho na TV. Eu já tinha feito Começar de Novo [2004], mas era uma personagem que não falava. Passei sete meses esperando uma fala, mas era uma anjinha, enfim... E logo depois veio Belíssima. Na época eu tinha 10 anos, mas eu já sabia que era aquilo que eu queria fazer da minha vida, que eu amava atuar. E que isso é que ia me fazer feliz", disse ela, tentando controlar a emoção.

Marina lembrou que, para uma iniciante, foi jogada de cara aos leões, contracenando com nomes como Claudia Abreu (que vivia sua mãe), Fernanda Montenegro (sua avó), Gloria Pires (sua tia) e Tony Ramos (um amigo da família). "Eu pude aprender muito só de observá-los no estúdio. Via a dedicação, a concentração de todos. Eu ficava muito impressionada de ter esses 'professores' na minha frente", elogiou.

raquel cunha/tv globo

Marina e parte do elenco de Belíssima se reuniram após 13 anos para divulgar a reprise na TV

Para interpretar a pequena grega Sabina, Marina também passou um mês na Grécia com parte do elenco da novela. "Foi muito marcante na minha vida, uma novela inesquecível e na qual eu pude aprender muito. Aliás, sigo aprendendo, estou estudando. Cada trabalho a gente melhora um pouco mais, tem mais bagagem."

Estrela antecipada
Mesmo já tendo atuado em Começar de Novo, Marina precisou fazer teste para ganhar o papel. E o processo não foi nada fácil. "Eu cheguei na sala para o teste e tinham mais 200 meninas concorrendo. Mas eu passei para a segunda fase, e aí encontrei o Silvio [de Abreu, autor] e a Denise [Saraceni, diretora]. E eles me aprovaram. Sou eternamente grata aos dois pela oportunidade", valoriza.

Marina, aos 10 anos, com Tony Ramos em cena da novela Belíssima (João Miguel Júnior/TV Globo)

Silvio de Abreu, atual diretor de dramaturgia da Globo, recordou que logo no início da novela fez uma previsão para Marina. "Você lembra o que eu te falei?", questionou ele à ruiva.

"Não vou falar, tenho vergonha", desconversou a atriz, tímida depois de chorar. "Quando a novela completou um mês no ar, eu disse: 'Você vai ser uma grande estrela'", revelou o escritor, que acertou em cheio o destino da jovem, hoje uma das estrelas da Globo _antes da novela medieval, ela foi protagonista de Totalmente Demais (2015).

Marina admitiu que, em 2005, não tinha nenhuma técnica de atuação. "Eu fazia pela intuição, era mais aquela coisa de tentar me divertir. O que, no fundo, eu acho que é o grande segredo para sempre, você se divertir com o seu trabalho", filosofa.

"Mas, como eu não tinha estudo, eu tentava me conectar com o que estava acontecendo, com os atores incríveis ao meu redor, com a direção. Lembro de uma cena que tinha um embate entre as personagens da Claudia e da dona Fernanda, e no calor do momento a Cacau foi para cima, a Fernanda se desequilibrou e caiu. E a cena não parou. Eu achei mágico ver duas atrizes tão entregues, foi lindo demais."

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook