NEM COXINHA NEM MORTADELA

Ex-PT, Irene Ravache diz que não aceita 'esquerda que faz aliança com ladrão'

João Miguel Jr/TV Globo

A atriz Irene Ravache fará dondoca esnobe que odeia o Brasil na novela Pega Pega, da Globo - João Miguel Jr/TV Globo

A atriz Irene Ravache fará dondoca esnobe que odeia o Brasil na novela Pega Pega, da Globo

MÁRCIA PEREIRA, enviada ao Rio de Janeiro - Publicado em 24/05/2017, às 05h32

Ex-petista, Irene Ravache condena os escândalos envolvendo o partido e vê com bons olhos as investigações contra o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB). Para a atriz, que interpretará uma dondoca que odeia o Brasil na próxima novela das sete, o momento é oportuno para o povo cobrar punições, para não acobertar ninguém.

"Fui da esquerda, fugi da polícia, mas não entendo esquerda que compactua com corrupto, que faz aliança com ladrão. Quando externamos isso, dizem você é coxinha. Não sou. Sou uma cidadã indignada, e essa divisão do país é burra", reclama.

A atriz volta à TV em Pega Pega, próxima novela das sete da Globo, no ar a partir do dia 6. Sua personagem, frisa, é muito diferente dela. "Amo meu país e espero que, se vierem as Diretas, seja eleito um representante que não tenha processo em qualquer instância. Ficha limpa é o mínimo. Temos de brigar por isso", diz.

A veterana de 72 anos lembra que é de uma geração que lutou por liberdade de expressão. Participou de muita passeata em épocas em que as pessoas corriam riscos de serem presas ao protestarem.

"Tomamos conhecimento de que a pressão resulta em algo. Se sabemos o que está acontecendo hoje, devemos à imprensa brasileira e às redes sociais. A imprensa faz o papel de polícia, coloca o dedo na ferida, e as redes sociais são importantes nesse processo todo", opina.

David Junior com Irene Ravache: atores serão mãe e filho em Pega Pega e retratarão adoção 

 

Irene sempre rejeitou rótulos, como o feminismo, diz que isso engessa. "Brigar por salários iguais é igualdade, e não feminismo. É uma questão de cidadania", discursa. 

Ela afirma que não é a voz da razão, que tem muito o que aprender e que não se considera um atriz totalmente realizada. "Tem horas que me acho uma atriz mediana, tem coisas que nunca fiz e que sei que não poderei fazer até pela questão da idade."

Em Pega Pega, ela é a suíço-brasileira Sabine, que voltará ao Brasil para brigar com seu sócio, Eric (Mateus Solano). "É uma vilã arrogante, com várias caras. Ela é desagradável", adianta.

A trama de Sabine retratará também a adoção por meios ilegais. David Junior (Dom) terá sido adotado por ela na infância e descobrirá suas origens quando adulto.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Mais Ray Donovan

Liev Schreiber na 5ª temporada de Ray Donovan; série renovada para mais um ano - Divulgação/Showtime A série Ray Donovan foi renovada para sua sexta temporada. A atração do canal Showtime nos Estados Unidos, exibida no Brasil pela HBO, terá uma mudança considerável nos novos episódios: eles serão ambientados em Nova ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

O que você achou do final de A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook