Tatyane Goulart

Com pai doente, ex-atriz mirim assume estúdio e dá voz a Game of Thrones

Leo Franco/Agnews

A atriz Tatyane Goulart em evento de estreia de peça de teatro no Rio de Janeiro - Leo Franco/Agnews

A atriz Tatyane Goulart em evento de estreia de peça de teatro no Rio de Janeiro

FERNANDA LOPES - Publicado em 04/05/2018, às 05h17

Com rosto de menina, Tatyane Goulart é a poderosa chefona na empresa de sua família. Atriz mirim que ficou conhecida por novelas dos anos 1990 e 2000, ela assumiu a direção do estúdio de dublagem de seu pai quando ele ficou doente, há pouco mais de dois anos. Longe da TV, Tatyane hoje se dedica totalmente à empresa e até já emprestou sua voz a uma personagem de Game of Thrones durante cinco temporadas.

A carreira de Tatyane no audiovisual começou em 1991, na novela Felicidade, quando ela tinha 8 anos. Tudo mudou repentinamente em 2016, quando seu pai descobriu que tinha que cuidar de um quadro de gordura no fígado, foi morar fora do país e a deixou no comando do estúdio de dublagem MG, que tem em seu catálogo séries da HBO e Netflix.

"Fui aprendendo na prática. Meu pai foi me passando as funções da empresa, me ajudando a entender. Hoje eu sou a diretora no Brasil [o estúdio tem uma filial na Flórida, Estados Unidos], responsável por coordenar tudo. É menos glamouroso do que parece, mas é muito legal. Começou como uma coisa pra tapar um buraco e poder ajudar, mas hoje não, é uma opção minha", explica.

Focada nessa função, Tatyane prefere não se envolver muito com a parte artística das dublagens, porque considera que não se dedica o suficiente para ser uma boa dubladora. Mesmo assim, já emprestou sua voz para algumas personagens.

"A gente foi responsável pela [dublagem das] cinco primeiras temporadas de Game of Thrones. Eu dublava uma personagem chamada Gilly (Hannah Murray). Em Orange is the New Black fiz uma participação com uma personagem bem pequenininha. São sempre pontas. Como eu fico mais na parte de gestão, prefiro não me envolver tanto. E não levo mesmo jeito, é bem difícil", confessa.

Ainda assim, Tatyane jura que não esqueceu a carreira de atriz por causa do estúdio. No ano passado, ela atuou na peça O Grande Amor da Minha Vida, e acha que com o teatro consegue conciliar melhor as duas carreiras.

"Tive um acordo com meu pai, assim que topei a empreitada, de que eu não abandonaria minha carreira por nada. Eu consigo me organizar para conciliar [o estúdio] com teatro. Mesmo novela, se eu pegasse pra fazer, eu conseguiria. Claro que não daria pra fazer uma protagonista, mas daria pra tocar. Não abandonei minha profissão, só estou fazendo essa personagem aqui", explica.

divulgação/globo

Em Felicidade (1991), Tatyane Goulart interpretou a filha da personagem de Maitê Proença

A carreira de Tatyane na TV conta com dez novelas, além de séries e programas. Ela atuou em tramas como Felicidade (1991), Quatro por Quatro (1994), Kubanacan (2003) e foi a Emília do Sítio do Picapau Amarelo em 2007.

Até hoje, a atriz é reconhecida pelos papéis que fez na Globo. Orgulhosa do passado, ela acredita que trabalha para provocar boas influências e reflexões, seja em frente às câmeras ou nos bastidores de um estúdio.

"Penso que não sou uma atriz de momento. Tenho uma carreira estruturada, quero poder colecionar boas histórias. Nem sempre a profissão é linear ou constante, mas a minha carreira continua, e as minhas convicções artísticas também. Isso é o que eu acredito ser o ofício de ator: se direcionar pra construir bons personagens, dentro de boas histórias, e influenciar pessoas positivamente, causar reflexão", conclui.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook