DIRETO DOS ANOS 80

Campeão do Qual É a Música?, Nahim hoje distribui salame na televisão

Reprodução/Rede Brasil

No Programa do Nahim, o cantor segura uma mortadela, prêmio do quadro A Palavra no Saco - Reprodução/Rede Brasil

No Programa do Nahim, o cantor segura uma mortadela, prêmio do quadro A Palavra no Saco

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 13/07/2017, às 06h19 - Atualizado em 19/07/2017, às 06h32

Recordista autodeclarado de vitórias no Qual É a Música?, o cantor Nahim virou apresentador: ele comanda desde abril uma atração que leva seu nome na nanica Rede Brasil de Televisão. No Programa do Nahim, exibido nas noites de sexta-feira, o músico de 59 anos promove disputas de calouros e entrega mortadelas e salames como prêmios. "É um formato bem simples, mas que pega bem. É para toda a família ver reunida", vende ele.

A distribuição de frios é feita em parceria com uma panificadora do Morumbi (zona sul de São Paulo), que cede os alimentos em troca da divulgação na TV. O "cobiçado" prêmio vai para o ganhador do quadro A Palavra no Saco, no qual subcelebridades competem para adivinhar o vocábulo escondido dentro de uma sacola de pães.

Amigos de Nahim, como a atriz Nany People, a cantora Gilmelândia e o jornalista Luciano Faccioli já participaram. "É uma grande diversão. Eu brinco: 'Olha, a Nany People segurando o meu salame, o Faccioli pegou minha mortadela'", ri Nahim.

Famoso na década de 1980 por cantar músicas como Coração de Melão, Melô do Tacka Tacka e Dá Coração (Dá Dá Dá), Nahim usou sua experiência como convidado de diversos programas da época para desenvolver seu lado apresentador.

"Eu tive a melhor escola possível, convivi com os melhores nomes. Fui jurado do Flávio Cavalcanti [1923-1986], do Chacrinha [1917-1988], do Bolinha [1936-1998]... Tinha que aprender alguma coisa com eles, né?", brinca.

A maior inspiração de Nahim, contudo, é Silvio Santos, que o lançou para o estrelato em 1982, no auge do Qual É a Música?. "Ele consegue ficar no ar durante horas com uma estrutura muito simples. Então o Programa do Nahim é um pouco parecido com o dele, tem uma pegada meio Silvio, é simples mas eficaz".

Embora esteja há menos de três meses no ar, o cantor já aprendeu a fórmula de um programa atraente: "Se eu me divirto fazendo, sei que aquela edição vai ficar boa, porque transmite alegria. Se eu não me divertir, vai ficar uma porcaria", conta.

reprodução/youtube

O cantor Nahim, em edição de 1983 do Qual É a Música?, quando foi derrotado por José Luiz

Com o dono do SBT, o cantor tem uma relação próxima, desejada por muitos. "Eu tenho intimidade para falar com o Silvio, porque comecei com ele ainda jovem e fiquei lá durante um ano e um mês, sem parar. Inclusive, da próxima vez que eu for ao programa dele, vou convidá-lo para aparecer no meu", adianta Nahim.

Se a aparição do comunicador na Rede Brasil acontecer, será de uma maneira inusitada, segundo o cantor. "Eu quero que ele vá cantar, não apresentar. Você imagina o Silvio Santos, no palco do Programa do Nahim, cantando A Pipa do Vovô e Meu Coração É Corintiano? Seria histórico".

A boa convivência com Silvio enterra qualquer problema que ocorreu no passado: Nahim chegou a lutar na Justiça pelo direito de ser reconhecido como o maior campeão do Qual É a Música?, à frente até de Ronnie Von, que somou 25 triunfos consecutivos _o processo acabou arquivado.

"Oficialmente, o SBT diz que eu tenho 20 vitórias. Mas o que aconteceu foi que, depois que eu ganhei da Gretchen, em 1982, o programa começou a dar muita audiência. Então, uma vez por mês, o Silvio fazia uma edição que tinha também o Pião da Casa Própria. Esses especiais não entram na conta da emissora. Mas eu ganhei muito mais do que 25, com certeza", explica.

A disputa judicial com Ronnie Von pela coroa de ouro não impediu que Nahim admirasse o "rival". "Ele é um amigo querido, o maior gentleman [cavalheiro] da TV brasileira, não há ninguém melhor. E, como ele participou do Qual É a Música? na época da Tupi, eu nunca tive a felicidade de enfrentá-lo. Mas entende muito de música, sem dúvida", elogia. "E já convidei ele para o meu programa também".

Por falta de convidados, a atração não corre risco de sair do ar. "Nesses anos todos de carreira, de televisão, eu fiz muitos amigos, conheci muita gente boa. E convido todo mundo de que gosto, amizade é uma coisa que se adquire, serve para isso também. Com o Silvio, por exemplo, é muito simples: eu passei 36 anos indo ao programa dele, não pode ir uma vez no meu?", sonha o cantor e apresentador.

O Programa do Nahim vai ao ar das 21h às 22h30, toda sexta. "É um horário ótimo para quem quer fugir da igreja. Na Band, na Gazeta e na RedeTV! estão os pastores, na Record é a novela bíblica. Quem não quer programa evangélico pode ver a novela da Globo, a novela infantil do SBT ou pode ver o Nahim na Rede Brasil", sugere.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

The Deuce

The Deuce

Ficha técnica: Drama, EUA, 2017. Criação: David Simon e George Pelecanos. Elenco: James Franco, Maggie Gyllenhaal, Chris Bauer, Lawrence Gilliard Jr. e Margarita Levieva. Disponível na HBO e Now.

Sinopse: Ambientada na Nova York dos anos 1970, The Deuce apresenta a história da legalização e do crescimento da indústria pornográfica nos Estados Unidos. Uma prostituta, a independente Candy (Maggie Gyllenhaal), se arrisca ao deixar a vida nas ruas para virar atriz de filme adulto. Policiais corruptos e a máfia também marcam presença na trama. 

Por que assistir: A reprodução da época é impecável, e a prostituição e a pornografia são mostradas em todas as nuances, eventualmente com cenas de sexo explícito que podem chocar o telespectador. As atuações são de alto nível, e até o criticado James Franco se destaca, em dois papéis, de irmãos gêmeos (um trambiqueiro e outro mais conservador, administrador de bar).

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Amor acaba

Gillian Jacobs e Paul Rust em Love; comédia termina com a terceira temporada - Divulgação/Netflix A terceira temporada de Love será a última. A comédia da Netflix, do showrunner Judd Apatow (Girls), retornará com novos episódios em 9 de março, com a oportunidade de dar um desfecho apropriado à história ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook