JENIFFER NASCIMENTO

Atriz de Pega Pega se surpreende com aceitação de vilã: 'O povo adora barraco'

Fotos: Divulgação/TV Globo

Intérprete da interesseira Tânia, Jeniffer Nascimento fica chocada com carinho do público - Fotos: Divulgação/TV Globo

Intérprete da interesseira Tânia, Jeniffer Nascimento fica chocada com carinho do público

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 20/09/2017, às 05h12

Em uma novela protagonizada por quatro ladrões, é natural que os anti-heróis roubem a cena. Mas Jeniffer Nascimento, intérprete da camareira Tânia em Pega Pega, confessa que se surpreende diariamente com a maneira como o público abraçou a personagem. "Tem muitas Tânias por aí, e o povo adora um barraco!", conta a atriz de 24 anos.

Inicialmente uma pedra no sapato de Sandra Helena (Nanda Costa), a camareira agora alça maldades mais altas. Começou um namoro com Dom (David Junior) de olho na fortuna dele, ao mesmo tempo em que faz jogo duplo e passa informações confidenciais do ricaço para sua mãe adotiva, Sabine (Irene Ravache).

"Eu sempre suspeitei que a Tânia tinha uma maldadezinha, mas não imaginava que ela ia ser tão malévola", admite Jeniffer, que tem aproveitado as cenas com Irene Ravache. "Acho que a Tânia dá uma popularizada na madame, né? A Sabine é megafina, francesa, e a Tânia é bagaceira, ensina umas gírias", diverte-se.

Embora esteja armando o bote para ficar com o dinheiro de Dom, a aprendiz de cobra não deixou a rivalidade com a personagem de Nanda Costa no passado. "Acho que a Tânia queria ser a Sandra Helena, né? Como a rival ficou rica, ela arrumou um jeito de se dar bem também", resume.

"É claro que o Dom é um deus maravilhoso, ela não é boba nem está nessa vida a passeio. Se um cara desses dá mole, ela não vai recusar (risos). Mas a Tânia é totalmente calculista!", explica.

Camareira do Carioca Palace engatou namoro com Dom (David Junior) de olho na fortuna dele

Vivendo uma vilã pela primeira vez, depois de uma mocinha em Malhação (2014) e uma coadjuvante cômica em Eta Mundo Bom! (2016), Jeniffer não esperava que a camareira fosse cair nas graças do público.

"Tem gente que me odeia, me xinga. Eu acho o máximo, significa que estou fazendo direitinho, né? Mas esse pessoal que apoia a Tânia eu não esperava. A galera se identifica com ela, eu fico chocada", diz.

Aprovada pelo público e roubando a cena em um elenco repleto de estrelas, a jovem atriz sente o desafio de encontrar o equilíbrio certo para o papel. "Como ela é vilã em uma novela de comédia, preciso dosar minha atuação. Não pode perder a graça, mas também não pode ficar caricata".

Com a boa vontade de quem sempre deseja o melhor para seus personagens, Jeniffer torce para que Tânia tenha redenção.

"É difícil, mas eu queria que ela vivesse um grande amor. Ela precisa entender que as pessoas podem gostar das outras, torcer pelas outras, porque a Tânia ainda não captou essa mensagem (risos)", espera a intérprete. "Quem sabe ela não começa a gostar de verdade do Dom?".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Projeto morto

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012) - Divulgação/Focus Features A Amazon decidiu não produzir mais projetos com o estúdio Weinstein Company, o que resultou no cancelamento de uma superprodução orçada em US$ 160 milhões (R$ 505 milhões). Protagonizada por Robert De Niro e Julianne ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Bibi merece redenção em A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook