QUER SER APRESENTADORA

Após sete anos no Domingão, Ju Valcézia se inspira em Oprah para voar solo

Divulgação/Ricardo Manga

Ju Valcézia passou sete anos no Domingão do Faustão: agora, a bailarina busca seu espaço - Divulgação/Ricardo Manga

Ju Valcézia passou sete anos no Domingão do Faustão: agora, a bailarina busca seu espaço

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 14/11/2017, às 06h02

Uma das bailarinas mais conhecidas do Domingão do Faustão, Ju Valcézia anunciou ontem (13) que está saindo da atração dominical onde passou os últimos sete anos. Em busca de novos desafios, vai investir na carreira de atriz e apresentadora. E, sem voar baixo, confessa que o ícone que deseja seguir é Oprah Winfrey, um dos maiores nomes da TV norte-americana _que é até dona de um canal, o OWN.

"Ela é minha maior inspiração artística. A Oprah é engajada em várias causas sociais, defende um novo tipo de mulher. Sem falar que é uma apresentadora incrível, uma atriz reconhecida... Eu sonho longe, né?", reconhece Ju, aos risos.

A saída do Domingão, diz ela, foi motivada pelo desejo de continuar o crescimento profissional: "Passei sete anos lá. Comecei como bailarina, virei repórter de plateia, apresentadora de merchandising... O Fausto me deu várias oportunidades e eu aproveitei todas elas. Mas senti essa necessidade de nunca me acomodar".

Ju conta que Faustão entendeu perfeitamente sua motivação e a apoiou na decisão. "Ele é um paizão e, mais do que isso, um amigo. Sempre me orientou nas minhas decisões, me dava dicas, me ajudou muito. Ele também acha que eu preciso dar esse salto e disse que as portas do Domingão continuam abertas, o que é ótimo", ressalta.

Mesmo fora do dominical, Ju não ficará muito tempo longe da TV. "Já tenho um projeto engatilhado. Não posso dar muitos detalhes ainda porque é algo embrionário, mas que eu estava pleiteando há algum tempo", adianta ela, que não revela nem se será como atriz ou apresentadora. "Só posso falar que é na TV", diz, aos risos.

Um projeto sobre o qual ela pode dar mais detalhes é o seu canal no YouTube, que estreia em janeiro. "Vai se chamar A Três com Juliana Valcézia. Vou entrevistar um casal diferente a cada programa. Vai ter casal de famosos, anônimos, de todos os gêneros. Acho que rende algumas conversas interessantes", promete.

E, para se certificar de que a carreira será bem assessorada, Juliana conta com os serviços da empresária Márcia Marbá, irmã da apresentadora Angélica e que cuida de nomes como Agatha Moreira, Carol Castro, Grazi Massafera, Regiane Alves e Reynaldo Gianecchini.

"Mesmo enquanto estava no Domingão, eu já fazia questão de me cercar de uma boa equipe para correr atrás de projetos paralelos", conta ela.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook