NOVA FASE

Após 'novinha', Carla Diaz lança coleção e estrela filme: 'Me sinto com mais poder'

Reprodução/Instagram

A atriz Carla Diaz vive novo momento na carreira após voltar a fazer uma novela da Globo - Reprodução/Instagram

A atriz Carla Diaz vive novo momento na carreira após voltar a fazer uma novela da Globo

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 13/01/2018, às 06h33

Carla Diaz vive uma nova fase graças ao sucesso que fez como a "novinha" Carine, de A Força do Querer. Após oito anos na Record, ela voltou para a Globo, viu suas redes sociais bombarem e o assédio dos homens crescer. A atriz lançou uma coleção de assessórios e estreará no cinema com Jogos Clandestinos. É com as duas novidades nos trabalhos que a loira comemora 25 anos de carreira, mesmo tendo só 27 de idade.

"Ter uma coleção com meu nome é uma grande realização. É um sonho de criança. Me sinto com mais poder. E, no meu primeiro filme, eu já sou a protagonista, Margarida. Faço uma garçonete de um cassino clandestino que é meio que nem a Carine, quer se dar bem na vida e rápido", conta a atriz. Na produção, ela contracena com Allan Souza Lima e Oscar Filho.

Se antes Carla era lembrada pela personagem que fez na infância, a Khadija de O Clone (2002), agora é como a rival de Bibi Perigosa (Juliana Paes) que ela passou a ser reconhecida nas ruas. A jovem lembra que chorou quando a produtora de elenco a convidou para o papel, mesmo sem imaginar a repercussão que teria. 

"Era uma participação e teve um estouro inesperado. O momento ainda é da Carine, mas também acho que vou ter cem anos e as pessoas vão se lembrar do Inshallah", conta, referindo-se ao bordão de Khadija, que significa "se Deus quiser" e que, inclusive, a atriz tatuou no corpo. 

Carla Diaz com Juliana Paes (Cesar Alves/TV Globo)

Carine, a "novinha", protagonizou cenas sensuais na TV no ano passado. Era a Lolita da trama e apanhava da barraqueira-mor. "Tinha muito sex appeal, um rebolado e o lance do funk. Não ando com aquelas roupas, então, pessoalmente, os homens chegam com respeito. Mas, na internet, é outra coisa, eles perdem o filtro", diverte-se Carla. 

Ela assegura que voltará a fazer TV também neste ano, mas não revela quais projetos estão em negociação. "Tem novela, mas ainda não posso contar. Adianto que vou continuar em casa", despista, referindo-se à emissora em que deve trabalhar, a Globo. 

Multifacetada, Carla ainda vai se formar na faculdade de Cinema, quer trabalhar com novas mídias e se tornar uma influenciadora digital. "Penso em algo no YouTube e também em outras formas de interagir com o público. Tem muita gente me pedindo, tenho muitas ideias", comenta. 

A atriz, que já é veterana, começou a trabalhar com publicidade aos 2 anos. Aos 4, já estava estreando em uma novela, com um papel em Éramos Seis (1994), do SBT.

Carla lembra que foi nessa época que se apaixonou pela profissão. Ela ficou encantada quando sua mãe explicou que as gêmeas de Mulheres de Areia (1993), da Globo, eram feitas por uma pessoa só, Gloria Pires. "Aquela magia, uma mulher só que fazia a mocinha e a vilã, tudo me fascinou. Muito nova eu tive certeza do que queria fazer na minha vida", recorda-se.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049

Ficha técnica: Ficção científica. EUA, 2017, 164 min. Direção: Denis Villeneuve. Elenco: Harrison Ford, Ryan Gosling, Ana de Armas, Jared Leto, Robin Wright. Disponível para locação no Now.

Sinopse: Trinta anos depois dos eventos do primeiro filme, o blade runner K (Gosling) descobre um segredo que pode mergulhar a sociedade (ou o que restou dela) em um caos absoluto. Em busca de salvação, o policial decide caçar Rick Deckard (Ford), ex-blade runner que está desaparecido há três décadas.

Por que assistir: Depois de 35 anos de espera, a continuação foi lançada com um astro do passado e um do presente em papéis de destaque. No site Metacritic, o longa tem nota 81 (de 100), com 46 críticas positivas, 7 mistas e nenhuma negativa. No IMDb, o filme ocupa a posição 66 de melhor produção da história, à frente até de clássicos como Cidadão Kane (1941) e Laranja Mecânica (1971).

 

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Globosat Play cresce

Lady Night com Neymar foi o programa mais assistido no Globosat Play em 2017 - Divulgação/Multishow A plataforma de streaming Globosat Play, que concentra a programação de todos os canais de TV paga da Globo, teve crescimento de 36% no número de usuários e 248% no consumo de vídeo on demand ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Mais um BBB vem por aí e...

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook