Projeto morto

REDAÇÃO - Publicado em 16/10/2017, às 14h14

Divulgação/Focus Features

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012) - Divulgação/Focus Features

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012)

A Amazon decidiu não produzir mais projetos com o estúdio Weinstein Company, o que resultou no cancelamento de uma superprodução orçada em US$ 160 milhões (R$ 505 milhões). Protagonizada por Robert De Niro e Julianne Moore, a série sobre a máfia americana teria direção de David O. Russel (Trapaça). O produtor Harvey Wienstein, cofundador do estúdio, está envolvido em um escândalo sexual em Hollywood, com acusações que vão de assédio a estupro. Ele foi expulso de sua própria empresa e da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, organizadora do Oscar. Além disso, o chefe dos estúdios da Amazon, Roy Price, foi suspenso após uma produtora-executiva de The Man in the High Castle acusá-lo de assédio sexual.

Leia todas as Notas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

+ Lidas

Redes sociais

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook