Na geladeira

REDAÇÃO - Publicado em 09/10/2017, às 17h52

Reprodução/ESPN

A jornalista Jemele Hill apresenta o programa SC6 da última sexta (6), na ESPN - Reprodução/ESPN

A jornalista Jemele Hill apresenta o programa SC6 da última sexta (6), na ESPN

A jornalista esportiva Jemele Hill, uma das personalidades proeminentes da ESPN norte-americana, foi suspensa por duas semanas após descumprir a cartilha do canal de comportamento em redes sociais. Na noite de domingo (8), Jemele usou sua conta no Twitter para sugerir ao público o boicote de patrocinadores de times da NFL que punem jogadores por, supostamente, desrespeitarem a bandeira dos Estados Unidos durante a execução do hino nacional. O canal divulgou um comunicado nesta segunda (9) no qual ressalta que a jornalista é reincidente em "violar nossas orientações de uso das redes sociais" e que ela "anteriormente reconheceu que desapontou seus colegas e a empresa". No último dia 11, Jemele chamou o Donald Trump, presidente dos EUA, de supremacista branco e apenas levou uma bronca. 

Leia todas as Notas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

+ Lidas

Redes sociais

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook