Mercado

Tecnologia

No quintal da Globo, TV digital falha e apagão analógico é adiado

Reprodução/TV Globo

Susana Naspolini em programa sobre TV digital exibido pela Globo no Rio ontem (22) - Reprodução/TV Globo

Susana Naspolini em programa sobre TV digital exibido pela Globo no Rio ontem (22)

DANIEL CASTRO - Publicado em 23/10/2017, às 11h40

Apesar da campanha promovida pela Globo, com reportagens diariamente nos telejornais locais e até programa especial, o Rio de Janeiro não atingiu o percentual mínimo aceitável de domicílios com TV digital e terá que adiar o apagão analógico, que estava previsto para esta quarta-feira (25). Em reunião nesta segunda (23), as emissoras decidiram postergar o desligamento dos sinais analógicos na segunda maior metrópole brasileira. A nova data é 22 de novembro.

Pesquisa realizada pelo Ibope entre os dias 9 e 21 deste mês apontou que 86% dos lares da região metropolitana do Rio estão aptos a receber TV digital, de acordo com os critérios do Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV), que reúne emissoras e operadoras de telefonia e que decide todo o processo de migração das TVs analógicas para os canais digitais.

Pelas normas do governo federal, no entanto, o desligamento da TV analógica só pode ocorrer quando pelo menos 93% das residências da região tiverem televisores digitais.

Para minimizar o estrago do adiamento, o Gired autorizou todas as emissoras do Rio a desligarem seus sinais entre os dias 25 de outubro e 22 de novembro. Na prática, adiou o apagão para o mês que vem. Nenhuma das grandes redes irá tirar seus sinais analógicos do ar antes disso. Haverá uma nova pesquisa, em novembro, para confirmar o desligamento.

O Rio de Janeiro é a segunda capital brasileira a ter o desligamento adiado _a primeira foi Brasília. O apagão já ocorreu, dentro do prazo estipulado, em São Paulo, Goiânia, Recife, Fortaleza e Salvador. Vitória terá os sinais analógicos desligados nesta quarta.

A situação no Rio é pior nos municípios da região metropolitana. No entorno da capital, 20% das casas ainda não têm televisor ou receptor digital. Na capital, esse percentual é de 10%.

A violência nas comunidades, a crise econômica e a falência do Estado são apontados como principais motivos de a TV digital estar atrasada no Rio. Há também um outro fator: o alto índice de pirataria.

Segundo o Ibope, 65% dos domicílios do Rio têm TV paga. Os dados das operadoras mostram outra realidade: apenas 41% das casas são assinantes de cabo ou satélite. Ou seja, quase metade das pessoas que têm acesso à TV por assinatura no Rio não paga por isso.

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Notícias da TV Recomenda

The Deuce

Ficha técnica: Drama, EUA, 2017. Criação: David Simon e George Pelecanos. Elenco: James Franco, Maggie Gyllenhaal, Chris Bauer, Lawrence Gilliard Jr. e Margarita Levieva. Disponível na HBO e Now.

The Deuce

Sinopse: Ambientada na Nova York dos anos 1970, The Deuce apresenta a história da legalização e do crescimento da indústria pornográfica nos Estados Unidos. Uma prostituta, a independente Candy (Maggie Gyllenhaal), se arrisca ao deixar a vida nas ruas para virar atriz de filme adulto. Policiais corruptos e a máfia também marcam presença na trama. 

Por que assistir: A reprodução da época é impecável, e a prostituição e a pornografia são mostradas em todas as nuances, eventualmente com cenas de sexo explícito que podem chocar o telespectador. As atuações são de alto nível, e até o criticado James Franco se destaca, em dois papéis, de irmãos gêmeos (um trambiqueiro e outro mais conservador, administrador de bar).

Assista agora no NOW

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Compartilhe: