Celebridades

MARCOS VERAS

Mais forte, ator é assediado pela mulherada: 'Fetiche com policial'

Reprodução/TV Globo

Marcos Veras sem camisa em Pega Pega; ator intensificou malhação por personagem - Reprodução/TV Globo

Marcos Veras sem camisa em Pega Pega; ator intensificou malhação por personagem

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 17/11/2017, às 05h23

Marcos Veras, o investigador Domênico de Pega Pega, conta que o assédio da mulherada aumentou após ele perder peso e ficar mais forte. "Dizem que vão cometer crimes para serem presas", fala. O ator trabalha na mudança de seu físico desde o começo do ano. Ele treina com um personal trainer para definir a musculatura e ganhar "porte".

Veras afirma que não está em busca do posto de galã. "Sempre tem assédio quando você está no ar, mas agora tem o fetiche com o policial, o que é histórico na dramaturgia. As pessoas gostam de ver o polical, tem uma relação com o poder aí. Mas o cômico também é muito sensual. Eu não tenho do que reclamar", fala.

O ator começou a carreira no Zorra Total em 1999 e ganhou visibilidade pelo trabalho no grupo de humor Porta dos Fundos.

A novela das sete estreou em junho. "Fiz um trabalho para ganhar um pouco mais de porte, independentemente se ia tirar a camisa ou não. Perdi peso e defini mais a musculatura, afinal é um policial civil que tem porte e eu precisava ter esse porte para passar credibilidade", comenta.

Ele diz que não sabe exatamente quantos quilos perdeu porque seus treinos visam justamente trocar gordura por massa muscular. 

Rosanne Mulholand com Marcos Veras durante o Rock in Rio, em setembro (Felipe Panfili/Divulgação)

Separado há mais de um ano de Júlia Rabello, com quem foi casado durante 12 anos, Veras assumiu namoro com a atriz Rosanne Mulholland em setembro. Por isso, ele faz questão de afirmar que as cantadas das fãs são sempre pelas redes sociais e muito respeitosas. 

Seu romance atual veio à tona quando o casal surgiu junto, trocando beijos, durante o Rock in Rio. Ir a um local público cheio de jornalistas foi um ato pensado e decidido pelos dois, conta o humorista.

"Não teve ensaio, mas claro que falamos a respeito. Ir num lugar desse aconteceu porque a gente não tinha o que negar. Eu tinha me separado fazia um tempo, e ela estava solteira. Nós dois estamos juntos e felizes", diz o ator. 

Em uma novela cômica, Veras faz justamente um dos poucos personagens sem humor, o que para ele é uma boa oportunidade.

"Tem ironia e deboche em muitos momentos, mas ele é um policial sério e focado. Um bom profissional. Buscamos mostrar esse lado positivo dos policiais. Para mim, é ótimo fazer coisas diferentes. É clichê, mas mostrar outro lado é sempre um desafio. E acho que o público também ganha com isso", observa.

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Notícias da TV Recomenda

Polícia Federal: A Lei É para Todos

Ficha técnica: Ação. Brasil, 2017, 107 min. Direção: Marcelo Antunez. Elenco: Marcelo Serrado, Flávia Alessandra, Antonio Calloni, Ary Fontoura. Disponível para locação no Now.

Polícia Federal: A Lei É para Todos

Sinopse: O longa mostra a maior operação de combate à corrupção da história do país pelo ponto de vista do delegado Ivan (Antonio Calloni) e de sua equipe da Polícia Federal, que trabalha juntamente com uma força-tarefa do Ministério Público Federal para desvendar o esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas.

Por que assistir: A produção nacional mais vista nos cinemas em 2017, com 1,3 milhão de espectadores, Polícia Federal conta uma história extremamente atual e fundamental para entender a polícia no Brasil. Em 47 fases diferentes, a Operação Lava Jato resultou na condenação de mais de 110 pessoas, entre elas o ex-deputado Eduardo Cunha e o político José Dirceu.

Assista agora no NOW

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Compartilhe: